Conheça regras de conduta e vestimenta que F1 deverá seguir na Arábia Saudita

Pela primeira vez na história, categoria terá que se adaptar às exigências de um país a respeito de comportamento e aparência

Conheça regras de conduta e vestimenta que F1 deverá seguir na Arábia Saudita

Fórmula 1 e Fórmula 2 receberam códigos de conduta e vestimentas que deverão cumprir durante a viagem a Jeddah de 3 a 5 de dezembro para o GP da Arábia Saudita. Pela primeira vez em sua história, o mundo dos GPs obedecerá os costumes locais: braços e pernas devem ser cobertos, apesar da temperatura média de 31 graus, não praticar gestos afetuosos e também uma linguagem que possa parecer profana.

As sugestões de roupas indicam calças compridas e camisas com mangas que cubram os cotovelos, evitando tecidos transparentes. As mulheres também são orientadas a não usar maquiagem muito agressiva, em linha com as novas diretrizes em vigor no país. É expressamente proibido mostrar ombros e pernas acima do joelho, por isso não será possível que usem os uniformes que costumam ser usados ​​em países muito quentes.

Leia também:

Mesmo para funcionários do sexo masculino, as regras são particularmente rígidas nas áreas públicas, onde são solicitados a evitar mostrar os ombros e as pernas. O conselho, portanto, é não usar camisas de manga curta, tops e shorts.

Este último será permitido na pista e em traslados de autódromo-hotel (somente para homens) se fizerem parte da roupa oficial da equipe. Estas não são medidas excepcionais, exigidas pela Fórmula 1, mas sim o protocolo normal para todos aqueles que vão para a Arábia Saudita.

F1 2021: Red Bull DESCOBRIU seu PROBLEMA? Mercedes será DESFALCADA? Os DESTAQUES pré-GP dos EUA | RETA FINAL

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #138 – Red Bull não sabe o que fazer contra Mercedes após GP da Turquia?

 

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Ondulações em Austin "parecem piores" que em 2019 e devem complicar GP dos EUA, diz Gasly
Artigo anterior

F1: Ondulações em Austin "parecem piores" que em 2019 e devem complicar GP dos EUA, diz Gasly

Próximo artigo

F1: Regulamento de 2022 impedirá inovações como difusores duplos, mas "há sutilezas que podem ser exploradas"

F1: Regulamento de 2022 impedirá inovações como difusores duplos, mas "há sutilezas que podem ser exploradas"
Carregar comentários