Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

Direto do paddock: As atualizações aerodinâmicas das equipes para o GP dos EUA de F1

Novidades técnicas da F1 para a corrida em Austin são apresentadas por Giorgio Piola e Sutton Images

Direto do paddock: As atualizações aerodinâmicas das equipes para o GP dos EUA de F1
Carregar reprodutor de áudio

A Fórmula 1 desembarcou nos Estados Unidos trazendo algumas definições, como o sexto título de construtores e de pilotos da Mercedes garantido, mas com alguns pontos a serem fechados, como a terceira posição no mundial de pilotos e o vice-campeonato entre as equipes.

Leia também:

Buscando aproveitar cada oportunidade de somar pontos nas últimas três etapas, as equipes levaram diversas atualizações ao circuito de Austin. Além disso, com o regulamento congelado para 2020 e a introdução de novos pneus pela Pirelli, os times aproveitam para testar elementos que podem nem chegar a serem usados de fato.

Quer ver Fórmula 2, Fórmula 3, Indy e Superbike de graça? Inscreva-se no DAZN e tenha acesso grátis por 30 dias a uma série de eventos esportivos. Cadastre-se agora clicando aqui. 

Confira uma análise de todas as novidades levadas pelas equipes para o GP dos EUA:

Asa dianteira da Haas
Asa dianteira da Haas
1/18
A nova asa (esquerda) traz um conceitomais 'enviesado' para forçar o ar para fora pelas laterais, ao invés de jogá-lo para cima.

Foto de: Giorgio Piola

Detalhe da extremidade da asa dianteira da Haas
Detalhe da extremidade da asa dianteira da Haas
2/18
Além disso, a placa final ganhou um corte na extremidade posterior. Equipe experimenta novos conceitos pensando em 2020.

Foto de: Giorgio Piola

Traseira da Mercedes
Traseira da Mercedes
3/18
Equipe usou estrutura que serve para coleta de dados do comportamento dos novos pneus Pirelli, projetados para 2020.

Foto de: Giorgio Piola

Lateral da Mercedes
Lateral da Mercedes
4/18
Uma vista da lateral do carro, que foi extensivamente modificada ao londo da temporada.

Foto de: Giorgio Piola

Duto da Red Bull
Duto da Red Bull
5/18
Detalhe do duto em 'S', apresentado pela primeira vez no GP do Japão.

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

Detalhe das aletas laterais da Red Bull
Detalhe das aletas laterais da Red Bull
6/18
Detalhe mostra formato de pena da extremidade superior das aletas laterais da equipe austríaca.

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

Escapamento da Red Bull
Escapamento da Red Bull
7/18
Detalhe mostra leve inclinação para cima da saída de escapamento de gases e do turbo.

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

Sensores no carro de Daniel Ricciardo
Sensores no carro de Daniel Ricciardo
8/18
Renault também usou estrutura com sensores para coleta de dados dos novos pneus de 2020.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Bico do carro da Ferrari
Bico do carro da Ferrari
9/18
Detalhe mostra o duto 'S' de entrada de fluxo de ar da Ferrari SF90.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Suspensão traseira da Mercedes
Suspensão traseira da Mercedes
10/18
Observe como a carenagem vertical também é moldada para alimentar o o tambor do freio com ar fresco.

Foto de: Giorgio Piola

Traseira da Red Bull
Traseira da Red Bull
11/18
Observe como a equipe voltou a um pacote de resfriamento muito mais apertado (em relação ao México), com as grandes saídas em torno do braço de suspensão superior reduzidas para melhorar a eficiência aerodinâmica.

Foto de: Giorgio Piola

Carro da Mercedes na garagem
Carro da Mercedes na garagem
12/18
Sensores são presos na estrutura em forma de grade para medir o arrasto aerodinâmico gerado pelos novos pneus.

Foto de: Giorgio Piola

Mecânico trabalha na suspensão da Mercedes
Mecânico trabalha na suspensão da Mercedes
13/18
Ajustes na suspensão são fundamentais para compreensão do comportamento dos novos pneus.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Duto de entrada na roda traseira.
Duto de entrada na roda traseira.
14/18
Duto permite maior resfriamento dos freios.

Foto de: Giorgio Piola

Duto de entrada na roda traseira.
Duto de entrada na roda traseira.
15/18
Equipe tem trabalhado nas temperaturas ideais na região, pois influenciam não apenas no funcionamento dos freios, mas na aderência dos pneus e no reaproveitamento de energia térmica.

Foto de: Giorgio Piola

Ferrari trabalha em bico
Ferrari trabalha em bico
16/18
Imagem permite ver equipamentos de ajuste da suspensão dianteira do carro da equipe italiana.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Detalhe do voltante da red Bull
Detalhe do voltante da red Bull
17/18
A cada corrida, equipes personalizam funções nos botões dos volantes.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Detalhe do bico da McLaren
Detalhe do bico da McLaren
18/18

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

Siga o Motorsport.com no Twitter, Facebook, Instagram e Youtube.

compartilhar
comentários
Asfalto ondulado do circuito de Austin divide opiniões dos pilotos
Artigo anterior

Asfalto ondulado do circuito de Austin divide opiniões dos pilotos

Próximo artigo

F1: Pirelli responde críticas de pilotos aos pneus de 2020

F1: Pirelli responde críticas de pilotos aos pneus de 2020
Carregar comentários