Emerson Fittipaldi fala sobre dificuldades financeiras relatadas por TV

Piloto afirma que nunca omitiu problemas financeiros e que está atrás de uma solução para o problema; segundo reportagem veiculada pela Rede Record, dívidas do ex-piloto chegam à casa dos R$ 27 milhões

Emerson Fittipaldi fala sobre dificuldades financeiras relatadas por TV

O ex-piloto de Fórmula 1 e Fórmula Indy, Emerson Fittipaldi emitiu uma nota no final da tarde desta segunda-feira (4) para comentar a reportagem exibida pelo programa Domingo Espetacular, da Rede Record, que diz que o ex-piloto estaria em situação de falência e teria acumulado dívidas que chegariam a R$ 27 milhões.

Na nota, Fittipaldi diz que, em nenhum momento, negou tais dívidas e está à disposição para negociar com os credores, além de ter afirmado que está confiante na solução de tais problemas. Segundo ele, o momento instável econômico e político do País contribui para a situação.

"O volume de seus débitos, inferior a seu patrimônio, é resultado de um cenário financeiro e político instável que o Brasil inteiro enfrenta. Como todo brasileiro, Emerson Fittipaldi acredita que vai resolver esta questão com seu trabalho. Ele tem confiança no futuro do panorama econômico do país e na saúde financeira de suas empresas", disse a nota.

A reportagem veiculada no Domingo Espetacular diz que as dívidas somam mais de R$ 27 milhões entre duplicatas, hipotecas e pedidos de penhora.

As imagens mostraram carros, como os da Copersucar e o #20 da Patrick, com o qual Fittipaldi conquistou a primeira vitória nas 500 Milhas de Indianápolis, em 1989, sendo apreendidos de uma mansão do ex-piloto em São Paulo - que também servia de museu - para serem avaliados e leiloados. Enquanto isso, os carros permanecerão no autódromo de Interlagos.

Ainda de acordo com a emissora, objetos, como réplicas de outros modelos, troféus e até mesmo cadeiras de escritórios, também foram levados para que sejam revertidos em dinheiro para saldar as dívidas.

Confira a nota na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

"Com relação a recentes episódios veiculados nos meios de comunicação, Emerson Fittipaldi afirma que nunca omitiu dificuldades financeiras e que sempre esteve disposto a negociar com seus credores.

O volume de seus débitos, inferior a seu patrimônio, é resultado de um cenário financeiro e político instável que o Brasil inteiro enfrenta. Como todo brasileiro, Emerson Fittipaldi acredita que vai resolver esta questão com seu trabalho. Ele tem confiança no futuro do panorama econômico do país e na saúde financeira de suas empresas.

Emerson Fittipaldi enfatiza que nunca se negou a dar entrevistas sobre o assunto e que busca parcerias e soluções para esta situação. O escritório de Emerson sempre esteve aberto e acessível a todos no mesmo endereço há mais de 20 anos.

Os carros de competição e troféus conquistados pelo bicampeão de Fórmula 1 e das 500 milhas de Indianápolis pertencem a um Museu dedicado a todos os brasileiros que amam automobilismo e, assim que esta questão for resolvida, voltarão ao local de origem. Emerson lamenta muito o ocorrido, mas não se abate diante das dificuldades e está confiante na solução destes problemas."

 

compartilhar
comentários
Mercedes: solução para largadas ruins está na embreagem
Artigo anterior

Mercedes: solução para largadas ruins está na embreagem

Próximo artigo

Haas agora quer marcar pontos em todas as corridas

Haas agora quer marcar pontos em todas as corridas
Carregar comentários