Fórmula 1
29 ago
-
01 set
Evento encerrado
05 set
-
08 set
Evento encerrado
19 set
-
22 set
Evento encerrado
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
14 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
42 dias

Entenda como história de amor com filha de Piquet ajuda Kvyat a obter melhor temporada na F1

compartilhar
comentários
Entenda como história de amor com filha de Piquet ajuda Kvyat a obter melhor temporada na F1
Por:
, Repórter
Co-autor: Felipe Motta
31 de jul de 2019 12:00

Depoimentos da família e de editor de F1 do Motorsport.com da Rússia mostram como tem sido a vida de piloto da Toro Rosso, que levou a equipe ao segundo pódio de sua história no GP da Alemanha

Daniil Kvyat foi um dos grandes destaques do GP da Alemanha no último domingo. Em corrida impecável na chuva, o russo se valeu de boa estratégia da equipe e levou a Toro Rosso ao segundo pódio de sua história na Fórmula 1.

Depois da prova, Kvyat revelou o nascimento de sua filha com Kelly Piquet, que deu à luz a bebê no sábado, véspera da corrida. Após conquistar o pódio, que dedicou à recém-nascida, o russo viajou para encontrá-la junto à namorada, que é brasileira e filha de Nelson Piquet, tricampeão de F1.

A relação de Kvyat, 25, com Kelly, 30, já vem de muito tempo, mas o russo só falou recentemente sobre o 'sogrão': “Acho ele um grande homem, que fez muita coisa no automobilismo e tem excelentes histórias”.

Leia também:

“Eu só sabia basicamente o que a Wikipedia dizia sobre Nelson antes de começar sair com a Kelly. Mas ele é uma das lendas do esporte, então foi muito legal conhecê-lo pessoalmente. É muito interessante conversar com ele", relatou Kvyat, que nasceu depois da aposentadoria de Piquet.

Os Piquets

O Motorsport.com também ouviu com exclusividade a versão da família brasileira sobre o russo. Campeão da Fórmula E, ex-piloto da F1 e agora na Stock Car, Nelsinho Piquet comentou sua relação com Kvyat: "A gente ainda não se conheceu muito, porque cada um tem sua rotina e a agenda é cheia. Mas, pelo que vi, ele é um menino muito legal. Um cara bacana e uma pessoa do bem".

"Fico feliz pela corrida que ele teve na Alemanha, onde deu tudo certo. Também fiquei feliz que ele teve uma segunda chance na F1, o que não é tão comum nesse meio. Então, com certeza, foi um dia especial para ele e eu fico muito contente por isso", completou, mencionando a volta do cunhado à categoria (relembre os altos e baixos de Kvyat em galeria especial no fim desta matéria).

Irmão mais novo de Nelsinho e Kelly e piloto da Fórmula 3, Pedro Piquet é mais próximo do russo e confidenciou que ele e o cunhado se ajudam nas etapas: "Eu conheci o Daniil depois que ele começou a namorar a minha irmã, há uns quatro anos. Quando eu fui para Mônaco, ele já morava aqui com ela. Peguei um apartamento no mesmo prédio, então a gente sempre foi próximo. Mônaco pode ser meio monótono, então sempre fomos amigos e fazemos coisas juntos".

"Na pista, eu sou sempre o primeiro a correr, porque a F3 treina antes. Mas depois da nossa sessão, eu só volto ao circuito depois dos primeiros treinos livres da F1. E ele sempre me dá algumas dicas e me ajuda dizendo qual curva melhorou mais ao longo do dia. No domingo de manhã, faço a corrida antes da F1, então passo algumas informações para ele também. São coisas pequenas, mas ajudam bastante. E todo mundo está muito feliz com a bebê, espero que possa ser mais uma motivação para ele".

Kelly Piquet e Daniil Kvyat

Kelly Piquet e Daniil Kvyat

Photo by: LAT Images

Visão da Rússia

Correspondente russo do Motorsport.com, Oleg Karpov, que conhece Kvyat desde o kart, também deu mais detalhes sobre a relação do piloto com a família Piquet: "Ele sempre fala sobre o Nelson com respeito. Agora, eles já se encontraram em várias ocasiões e, como Dany diz, ele não quer incomodar Nelson com muitas perguntas sobre as corridas do passado. Mas ainda assim, diz o Dany, eles já tiveram algumas boas conversas".

"Kelly e Dany parecem ter um relacionamento muito forte e ele sempre disse que, sem a ajuda dela, ele não passaria pelos momentos difíceis nos últimos anos. E isso é muito bom de ver. Esses dois estão realmente apaixonados um pelo outro".

"O fato de sua vida pessoal estar tão resolvida e harmonizada ajuda Dany a se sair muito melhor do que na primeira parte de sua carreira na F1", relata Karpov, mencionando os altos e baixos da primeira passagem de Kvyat na categoria.

De volta à Red Bull?

Nesse sentido, o jornalista também falou sobre a possibilidade do russo ser promovido à Red Bull, já que o francês Pierre Gasly está em má fase: "Conhecendo Helmut Marko, sempre há uma chance de algo acontecer, mesmo nesta temporada".

"Apesar de Marko estar descartando esse cenário, eu ainda acho que é possível ver o Dany de volta a um carro da Red Bull. Não há dúvida de que ele é um piloto diferente agora, mais maduro e forte. Então eu acho que ele pode aproveitar essa chance mais sabiamente agora, se acontecer".

"Entretanto, eu não acho que a mudança vai acontecer em breve. Mas talvez no final do ano - quando a Red Bull finalmente desistir de Gasly. Com certeza eles só vão levar Kvyat se acharem que ele pode ser um bom companheiro de equipe para Max Verstappen no próximo ano. E agora, eu diria, ele está na pole position para ser o segundo piloto da Red Bull em 2020", pondera Karpov.

"Para Dany, é uma grande oportunidade para mostrar do que ele é capaz. Ele foi expulso da Red Bull em 2016, mas agora mostra que ainda tem muito potencial. Não foi só nesta corrida, toda a sua temporada tem sido muito forte. Ele se classificou algumas vezes no top-10 e marcou pontos em mais da metade das corridas. E ele está a duas posições de Gasly, que está sofrendo na Red Bull".

GALERIA: Relembre a carreira de Daniil Kvyat na Fórmula 1

Galeria
Lista

Kvyat testou um F1 pela primeira vez em 2013, pela Toro Rosso, que tinha Vergne (foto) e Ricciardo como pilotos

Kvyat testou um F1 pela primeira vez em 2013, pela Toro Rosso, que tinha Vergne (foto) e Ricciardo como pilotos
1/23

Foto de: XPB Images

Kvyat testou nos Estados Unidos

Kvyat testou nos Estados Unidos
2/23

Foto de: XPB Images

E no Brasil

E no Brasil
3/23

Foto de: XPB Images

No ano seguinte, virou titular na Toro Rosso, ao lado de Vergne. Ricciardo foi para a Red Bull, no lugar de Webber

No ano seguinte, virou titular na Toro Rosso, ao lado de Vergne. Ricciardo foi para a Red Bull, no lugar de Webber
4/23

Foto de: XPB Images

Na estreia, ficou em nono na Austrália e se tornou o pontuador mais jovem da F1

Na estreia, ficou em nono na Austrália e se tornou o pontuador mais jovem da F1
5/23

Foto de: XPB Images

Ele acumulou mais alguns pontos, inclusive no GP da Bélgica

Ele acumulou mais alguns pontos, inclusive no GP da Bélgica
6/23

Foto de: XPB Images

Em 2015, Kvyat foi para a Red Bull, já que Vettel se transferiu para a Ferrari

Em 2015, Kvyat foi para a Red Bull, já que Vettel se transferiu para a Ferrari
7/23

Foto de: XPB Images

O russo conquistou um pódio no GP da Hungria

O russo conquistou um pódio no GP da Hungria
8/23

Foto de: Sutton Motorsport Images

E terminou a temporada na frente de Ricciardo

E terminou a temporada na frente de Ricciardo
9/23

Foto de: Red Bull Content Pool

Em 2016, a dupla seguiu na escuderia austríaca

Em 2016, a dupla seguiu na escuderia austríaca
10/23

Foto de: Red Bull Content Pool

Kvyat conseguiu um pódio no GP da China, mas sua passagem pela Red Bull se encerraria na corrida seguinte

Kvyat conseguiu um pódio no GP da China, mas sua passagem pela Red Bull se encerraria na corrida seguinte
11/23

Foto de: XPB Images

Justamente na prova de seu país, o russo errou e encheu a traseira de Vettel, que reclamou muito. No fim das contas, Kvyat acabou rebaixado e substituído por Verstappen

Justamente na prova de seu país, o russo errou e encheu a traseira de Vettel, que reclamou muito. No fim das contas, Kvyat acabou rebaixado e substituído por Verstappen
12/23

Foto de: XPB Images

Para piorar, o holandês venceu logo em seu primeiro GP pela equipe principal, na Espanha

Para piorar, o holandês venceu logo em seu primeiro GP pela equipe principal, na Espanha
13/23

Foto de: XPB Images

Depois de ser rebaixado em 2016, Kvyat seguiu na Toro Rosso no ano seguinte, ao lado de Carlos Sainz

Depois de ser rebaixado em 2016, Kvyat seguiu na Toro Rosso no ano seguinte, ao lado de Carlos Sainz
14/23

Foto de: Red Bull Content Pool

Entretanto, o russo entrou em má fase e foi substituído por Gasly no GP da Malásia

Entretanto, o russo entrou em má fase e foi substituído por Gasly no GP da Malásia
15/23

Foto de: Sutton Motorsport Images

O russo ainda correria a etapa dos Estados Unidos em 2017, mas foi uma exceção

O russo ainda correria a etapa dos Estados Unidos em 2017, mas foi uma exceção
16/23

Foto de: Sutton Motorsport Images

Sem vaga na Toro Rosso para 2018, Kvyat virou piloto de desenvolvimento na Ferrari, com foco no trabalho de simulador

Sem vaga na Toro Rosso para 2018, Kvyat virou piloto de desenvolvimento na Ferrari, com foco no trabalho de simulador
17/23

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

O russo só guiou a Ferrari em um teste da Pirelli em Fiorano, em abril

O russo só guiou a Ferrari em um teste da Pirelli em Fiorano, em abril
18/23

Foto de: Pirelli

Em 2019, Kvyat recebeu outra chance na Toro Rosso, ao lado de Albon

Em 2019, Kvyat recebeu outra chance na Toro Rosso, ao lado de Albon
19/23

Foto de: Red Bull Content Pool

Na primeira corrida do ano, na Austrália, o russo já pontuou, ao chegar em décimo

Na primeira corrida do ano, na Austrália, o russo já pontuou, ao chegar em décimo
20/23

Foto de: Erik Junius

No GP da Alemanha, Kvyat chegou em terceiro e levou a Toro Rosso ao segundo pódio da história da equipe na F1

No GP da Alemanha, Kvyat chegou em terceiro e levou a Toro Rosso ao segundo pódio da história da equipe na F1
21/23

Foto de: Andy Hone / Motorsport Images

O russo comemorou muito com a escuderia após a prova chuvosa

O russo comemorou muito com a escuderia após a prova chuvosa
22/23

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

Kvyat comemora o histórico pódio, um dia depois do nascimento de sua filha com Kelly Piquet

Kvyat comemora o histórico pódio, um dia depois do nascimento de sua filha com Kelly Piquet
23/23

Foto de: Andy Hone / Motorsport Images

Próximo artigo
Perder pistas clássicas seria algo "estúpido" para a F1, diz Vettel

Artigo anterior

Perder pistas clássicas seria algo "estúpido" para a F1, diz Vettel

Próximo artigo

Tost: Kvyat está pronto para voltar à Red Bull, mas Gasly merece mais tempo

Tost: Kvyat está pronto para voltar à Red Bull, mas Gasly merece mais tempo
Carregar comentários