F1: Abiteboul afirma que Ricciardo foi chave no desenvolvimento da Renault

compartilhar
comentários
F1: Abiteboul afirma que Ricciardo foi chave no desenvolvimento da Renault
Por:

O chefe da equipe também falou sobre Ocon, afirmando que o francês precisa ter "metas realistas"

O pódio de Daniel Ricciardo no GP de Eifel da Fórmula 1, o primeiro desde a volta da Renault como equipe em 2016, deu uma injeção de ânimo aos membros. E para Cyril Abiteboul, o resultado reflete a contribuição positiva do australiano à equipe desde sua chegada, em 2019.

O chefe da Renault ainda disse que o terceiro lugar de Ricciardo em Nurburgring, também é uma resposta aos críticos que defendem que foi um erro para as partes seguirem caminhos diferentes.

Leia também:

Ele destacou o valor de conquistar um pódio antes do fim da parceria no final desta temporadam quando Ricciardo irá para a McLaren.

"É igualmente importante para a equipe, Daniel e para mim. Fomos questionados sobre a decisão dele se unir a nós e também sobre sua saída. Então, em ambos os lados".

"Acho que foi importante para todos mostrar que isso fazia sentido. Sim, 2019 foi desapontador, dá pra falar que ele veio um ano antes. Mas não é sempre que temos a oportunidade de ter um piloto como Daniel, disponível no mercado. Então sigo defendendo que fiz o certo".

Abiteboul disse que um 2019 abaixo da média e uma busca por melhoria de Ricciardo ajudou no avanço.

"Não estaríamos aqui sem Daniel, e graças a 2019, um ano doloroso para todos. Então agora estamos nos vendo em uma posição melhor neste ano e para o próximo, e Daniel foi capaz de fazer isso".

Abiteboul também destacou sua frustração após Ricciardo anunciar em maio sua saída da equipe em direção à McLaren em 2021. O chefe comentou sobre a fala de "confiança recíproca, unidade e comprometimento" dita à época.

"Sei que nossa comunicação foi um pouco negativa naquele momento. Mas acho que foi precisa, porque era honesta, emocional naquele momento e Daniel está sendo genuíno pelo que vem fazendo pela equipe".

Ocon precisa ser paciente e ter "metas realistas"

Se por um lado Abiteboul é só elogios aos australianos, a situação é um pouco diferente do outro lado da garagem, com Esteban Ocon, que é apenas o 12º no Mundial, com 36 pontos, enquanto Ricciardo é o quarto com 78.

Ocon sofreu com problemas de confiabilidade nas últimas três corridas, com a mais recente sendo um problema hidráulico que o tirou do GP de Eifel, custando pontos. Porém, ele vem sofrendo para igualar o ritmo de Ricciardo nas classificações e corridas.

"Acho que ele precisa seguir o que vem fazendo há algumas corridas que, infelizmente, não se materializaram, mas por motivos que ele não pode controlar".

"Ainda não entendemos o que aconteceu em Mugello, o abandono pelo superaquecimento dos freios. Mas vamos ser claros, Monza foi difícil. Foi meio que um reinício para Esteban, pelo modo como trabalhamos. Tivemos muitas discussões, trabalho duro de seu engenheiro [Mark Slade], que não é novo nessa área, para ajudá-lo a crescer".

"Acho que ele precisa basicamente ser pragmático sobre a situação, que ainda não é um desastre".

Abiteboul reconheceu ainda que Ocon tem uma dura competição ao seu lado na equipe.

"Francamente, se você remover os pontos perdidos pela falta de confiabilidade, ele estaria atrás de Daniel, por uma boa diferença. Mas estamos falando de Daniel Ricciardo, e ele nunca teve um companheiro tão forte. Ele teve companheiros bons, Pérez em particular, mas acredito que Daniel seja o mais forte".

"Ele precisa ser pragmático, determinar metas realistas, mas também olhar sua performance atual, que não é algo para se envergonhar, e desenvolver sua confiança e paciência".

"De vez em quando, os novatos são um pouco impacientes, o que leva a cometer alguns erros, mas tenho certeza que podemos resolver isso".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre MotoGP e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

F1: Albon quase foi substituído por Hulk e Pérez também é opção; Mick ficou perto de correr com Alfa

PODCAST: Recordes de Hamilton e Schumacher são comparáveis?

 

F1 realizou "busca muito ampla" antes de chegar a Domenicali como novo CEO

Artigo anterior

F1 realizou "busca muito ampla" antes de chegar a Domenicali como novo CEO

Próximo artigo

Wolff e Brawn destacam semelhanças entre Schumacher e Hamilton

Wolff e Brawn destacam semelhanças entre Schumacher e Hamilton
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper