Fórmula 1 GP do Japão

F1: Alonso afirma que “confia muito” na FIA na resolução de imbróglio dos limites de gastos

Espanhol que teve embates recentes com os comissários da entidade reitera apoio ao presidente Mohammed Ben Sulayem

Fernando Alonso, Alpine F1 Team, with Mohammed bin Sulayem, President, FIA

Fernando Alonso disse que tem total confiança na FIA e “não tem dúvidas” sobre como o corpo dirigente lidará com as violações do teto de gastos da Fórmula 1.

A FIA adiou a liberação dos certificados de conformidade de limite de gastos relacionados à temporada de 2021 até segunda-feira, depois que eles deveriam ser emitidos na quarta-feira.

Leia também:

Isso ocorre em meio a especulações de que a Red Bull e a Aston Martin ultrapassaram o limite de US$ 145 milhões - para os quais as punições disponíveis incluem multas, suspensão de eventos, deduções de pontos, limites em testes aerodinâmicos e um limite de custo futuro reduzido.

Mas com o relacionamento entre a F1 e a FIA agitado, em meio a reclamações de inconsistência de comissários, a percepção pública do órgão dirigente atualmente é baixa.

No entanto, o bicampeão mundial de F1, Alonso, disse que mantém total confiança no presidente da FIA, Mohammed Ben Sulayem, e na vontade da organização de aprender, ao contrário de campeonatos anteriores.

Questionado pelo Motorsport.com sobre seus níveis de confiança na FIA, o piloto da Alpine disse: “Muito alto, para ser honesto.

“Como já disse algumas vezes, confio muito em Mohammed e em sua equipe.

“Acho que ainda há algumas coisas nos fins de semana de corrida e consistência e outros tópicos que enfrentamos corrida após corrida que estamos melhorando.

“Eles estão dispostos a aprender e melhorar também, então isso é muito positivo, talvez em comparação ao passado.

“Em outras coisas, fora das corridas e fora das pistas, confio completamente no que eles estão fazendo e qual será o resultado na próxima semana sobre o limite de custos e como o esporte está se movendo para o futuro. Não tenho dúvidas.”

Drivers parade, Fernando Alonso, Alpine F1 Team

Drivers parade, Fernando Alonso, Alpine F1 Team

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

É importante notar que Alonso manteve conversas 'limpas' com Ben Sulayem após o GP de Miami no início desta temporada, depois de acusar os comissários de "incompetência" em relação à punição por sair da pista em uma batalha com Mick Schumacher.

Também falando sobre seus níveis de confiança na FIA, Sebastian Vettel respondeu ao Motorsport.com: “Para nós, queremos ser tratados de forma justa quando corremos com outros pilotos e sermos julgados por isso.

“Você tem que confiar que existem regulamentos em vigor que permitem que todos tenham as mesmas chances de vencer.

“Se você começar a duvidar disso, eu não sei o que vem a seguir.

“Nosso esporte também é complicado. Não é tão simples. Não é preto no branco muitas vezes, então provavelmente não é uma posição fácil de se estar.

“Por outro lado, é um grande negócio e precisa ser controlado. Tem que ser controlado por um corpo independente, então você não pode pensar nesse corpo não sendo independente ou caindo para qualquer lado.

“Então, eu acho que é meio que dado que você tem que confiar no corpo diretivo.”

Vettel também teve problemas com a FIA nesta temporada. O piloto da Aston Martin recebeu uma multa suspensa de € 25.000 por abandonar o briefing dos pilotos no GP da Áustria.

 

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Pérez diz que pilotos latinos enfrentam mais críticas na F1
Próximo artigo F1 - Sainz: Ferrari precisa de vitória para aumentar confiança em 2023

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil