F1 - Alonso: "Mudanças na Eau Rouge não impedem grandes acidentes"

Espanhol diz que as modificações planejadas na mítica curva de Spa podem não acabar com as batidas; Norris teve colisão assustadora neste sábado

F1 - Alonso: "Mudanças na Eau Rouge não impedem grandes acidentes"

Fernando Alonso disse que as mudanças planejadas nas barreiras do complexo Eau Rouge/Raidillon em Spa-Francorchamps não vão acabar com os incidentes de alta velocidade na famosa curva da Fórmula 1 após a batida de Lando Norris na treino classificatório para o GP da Bélgica.

O acidente fatal sofrido por Anthoine Hubert em uma corrida da F2 em 2019 reacendeu um debate crescente sobre a segurança no local, que também teve outros casos assustadores como a colisão de Jack Aitken nas 24 horas do circuito e o engavetamento de seis carros na qualificação da W Series.

Leia também:

Embora os chefes do Spa já tenham anunciado planos para renovações na área para 2022, que incluirão áreas de escape mais amplas e a adição de brita, o bicampeão mundial Alonso está cético quanto a impedir que todos os incidentes aconteçam.

Após sua eliminação no Q2, o piloto da Alpine disse: "Mesmo com uma barreira diferente, provavelmente você salva alguns dos acidentes, mas ainda é uma curva de alta velocidade. É a natureza do circuito e por isso é especial."

O espanhol também acredita que a extensão do circuito, que o faz ser o mais longo do calendário da F1, também torna difícil julgar quando parar as sessões durante a instabilidade das condições meteorológicas.

"É muito difícil acompanhar as condições da pista porque é uma grande volta com 20 carros rodando, então você tem uma sensação diferente e uma condição de pista diferente”, disse ele.

"Quando está secando é sempre uma boa notícia, mas quando fica cada vez mais úmido a aquaplanagem é uma surpresa. Portanto, é difícil prever."

Fernando Alonso, Alpine A521

Fernando Alonso, Alpine A521

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Carlos Sainz, da Ferrari, disse que os pilotos há muito tempo pressionam por mudanças nas barreiras de Eau Rouge, a FIA garantiu que a situação está sendo resolvida.

"É muito óbvio que esta curva tem um problema fundamental que significa que quando você bate, em primeiro lugar, você bate muito forte e, em segundo lugar, você bate de volta para o meio da pista", disse ele.

"É quando, neste tipo de condições, na chuva, no spray, se alguém bate na frente, quem vem muito atrás não sabe, é uma situação extremamente perigosa que nós, como pilotos, pedimos mudanças."

"Pedimos para revisar estas barreiras e fomos informados de que a FIA já está trabalhando nisso. Então, estamos mais calmos sobre isso, mas este ano vai ser outro ano complicado."

O companheiro de equipe de Sainz, Charles Leclerc, disse que, embora os pilotos tenham gostado do que está sendo planejado para 2022, ele ficou "rezando" para que nada de ruim aconteça este ano.

"Foi muito assustador para mim ver, como para todos, esse acidente no mesmo lugar onde perdi um amigo há dois anos", disse ele.

"Foi incrivelmente bom ver o Lando saindo sozinho do carro."

"Em termos de pista, eles sabem que há algo lá que precisa de ser mudado e as mudanças estão planeadas para o próximo ano, penso eu, o que é bom saber. Então, para esta temporada, eu só oro para que nada aconteça."

F1 2021: Verstappen é pole mas Russell BRILHA na CHUVA em Spa após BATIDA FORTE de Norris

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

TELEMETRIA: Quem vai se dar bem na segunda metade da temporada de 2020 da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Norris é liberado para correr após acidente na Eau Rouge
Artigo anterior

F1: Norris é liberado para correr após acidente na Eau Rouge

Próximo artigo

F1: Hamilton mantém preferência por Bottas na Mercedes mesmo com segundo lugar de Russell

F1: Hamilton mantém preferência por Bottas na Mercedes mesmo com segundo lugar de Russell
Carregar comentários