F1: AlphaTauri quer 'moderar' linguajar de Tsunoda na próxima temporada

Chefe da equipe, Franz Tost, acredita que rádios agressivos e com palavrões podem o prejudicar e também a própria escuderia

F1: AlphaTauri quer 'moderar' linguajar de Tsunoda na próxima temporada
Carregar reprodutor de áudio

Yuki Tsunoda teve uma temporada de estreia na Fórmula 1 cheia de altos e baixos que encerrou de ótima forma com o quarto lugar no GP de Abu Dhabi. No entanto, não somente o desempenho irregular mas também os rádios do jovem japonês em conversas com a AlphaTauri foram contestados, pelos xingamentos e feedbacks pouco relevantes. Por isso, o chefe da escuderia, Franz Tost, disse que conversará com seu contratado a respeito.

Apesar de não parecer ser um problema sério, e natural pela adrenalina dentro do carro, passar informações importantes para sua escuderia é parte crucial da carreira de um piloto, não só por questões técnicas, como também para motivar os membros do time e manter um clima saudável.

Leia também:

"Vou pedir-lhe que não o faça", comentou Tost em falas citadas pelos sites RacingNews365PlanetF1 Ele pode gritar para si mesmo e não ligar o rádio. Isso o prejudica e também a equipe."

Mesmo pensando em melhorar o linguajar de Tsunoda, o chefe da AlphaTauri não o condena, visto a intensidade que reina na categoria máxima do automobilismo: "As pessoas devem entender que este é um carro de F1. Eles devem ter essa adrenalina, caso contrário não podem mostrar desempenho".

"Você pode dizer a ele: 'Por favor, não diga isso, não é bom para a sua imagem, não é bom para a equipe', mas aí ele fecha o visor, senta no cockpit e tem um problema por qualquer motivo. Ficará nervoso."

O conselheiro da Red Bull, Helmut Marko, por sua vez, acredita que o vocabulário de Tsunoda prejudica a reputação do jovem de 21 anos em seu país, e está preocupado por ele não perceber esse fator: "O linguajar dele não é muito japonês".

"Isso dá a ele má publicidade no Japão. Não tenho certeza se ele sabe o significado disso", acrescentou.

Apesar de ter terminado o campeonato de 2021 a 78 pontos de seu companheiro de AlphaTauri, Pierre Gasly, a escuderia deu o respaldo necessário a Tsunoda para que ele se adaptasse à F1 e renovou seu contrato para 2022 com antecedência, sem nunca "ter dúvidas" de que iria fazer isso.

GIAFFONE fala da SAÍDA DA F1 DA GLOBO PARA A BAND, comenta QUÍMICA com colegas e aborda CAOS de 2021

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #155 - Piores da F1 2021: Quais pilotos/equipes decepcionaram? Masi é consenso?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Análise técnica: a disputa de Mercedes e Red Bull em 2021 nos mínimos detalhes
Artigo anterior

Análise técnica: a disputa de Mercedes e Red Bull em 2021 nos mínimos detalhes

Próximo artigo

Schumi faz 53 anos: relembre estreia de alemão na F1, com brilho e 'mentira'

Schumi faz 53 anos: relembre estreia de alemão na F1, com brilho e 'mentira'