F1: Após controvérsia com Verstappen em Mônaco, FIA atualiza regra de saída de pitlane

Equipes e pilotos foram informados oficialmente que regra sobre linhas tem um novo limite

Sergio Perez, Red Bull Racing RB18, Carlos Sainz, Ferrari F1-75, Max Verstappen, Red Bull Racing RB18

A FIA esclareceu as regras sobre os pilotos de Fórmula 1 cruzando as linhas de saída do pitlane, em resposta à controvérsia que cercou Max Verstappen no GP de Mônaco no ano passado.

Após o terceiro lugar de Verstappen em Monte Carlo, enquanto Sergio Pérez, companheiro de equipe da Red Bull, triunfou, ambos os pilotos se viram sujeitos a um protesto da Ferrari sobre atravessar a linha de saída do pit.

Leia também:

Durante troca de pneus, ambos foram observados a partir de câmeras onboard, passando pela linha amarela de saída do pitlane que os pilotos não podem atravessar.

Após as queixas da Ferrari, os comissários da FIA investigaram o assunto após a corrida e acabaram decidindo que nenhum piloto havia cometido uma irregularidade.

Embora tenha sido rapidamente estabelecido que Pérez não havia tocado a linha, Verstappen estava nela o tempo todo.

A decisão de inocentar Verstappen foi por causa de uma mudança de redação no código esportivo internacional da FIA para 2022 que estipulou que um piloto "não deve cruzar" a linha.

Os comissários disseram na época: "Nesse caso, o carro não cruzou a linha - para fazer isso, precisaria ter uma roda cheia à esquerda da linha amarela".

A interpretação da FIA sobre o que ‘cruzou’ a linha significava desencadeou um pouco de desconforto entre os pilotos, pois isso efetivamente lhes deu sinal verde para agora ficar sobre a linha se necessário, para defender as posições. Isso teria possíveis implicações graves de segurança.

Em uma tentativa de melhorar a situação, a FIA realizou discussões e agora arrumou a redação de seu código esportivo internacional relacionado ao assunto.

Essas revisões foram aprovadas pelo World Motor Sport Council nesta semana e foram comunicadas a equipes e pilotos antes do GP do Bahrain.

A nova redação foi adicionada ao apêndice relevante do ISC para deixar claro que o limite para cruzar a linha agora é julgado com base na borda externa do pneu.

A FIA afirma: "Para evitar dúvidas, ‘cruzar a linha’ significa que o exterior de qualquer pneu não deve ir além da parte de fora da linha relevante pintada na pista".

A atualização também foi adicionada às regras sobre entrada do pitlane, que os pilotos também não têm permissão para atravessar.

Para enfatizar ainda mais o que é considerado aceitável, o diretor de corrida da F1, Niels Wittich, enviou um desenho em suas notas de evento antes da corrida no Bahrein para ilustrar onde estão os novos limites. Isso pode ser visto abaixo.

Wheel pitlane exit lines limit

Wheel pitlane exit lines limit

Photo by: FIA

 

Drive To Survive: erros e acertos da 5ª temporada da série da F1. Cadê Interlagos e Vettel?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast: Ferrari renovada, Mercedes melhor e Red Bull bem? Que F1 teremos em 2023?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Ímola é escolhida para ter quali com regra de pneus experimental; entenda
Próximo artigo Q4 AO VIVO: Pole de Verstappen, Pérez na primeira fila e Alonso à frente das Mercedes

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil