F1 aumentará duração dos treinos livres do Japão e dos EUA para ajudar Pirelli com pneus de 2023

Assim, marca italiana evitar ter que marcar ainda mais testes separados com as equipes

Pirelli tyres

A Fórmula 1 anunciou nesta quinta-feira que os segundos treinos livres para os GPs do Japão, em Suzuka, e dos Estados Unidos, em Austin, terão 30 minutos a mais de duração, para que pilotos e equipes possam testar o protótipo de pneus que a Pirelli está produzindo para a temporada 2023.

A marca italiana busca uma mudança nos pneus relação aos deste ano com foco em uma dianteira mais reforçada para evitar que os carros saiam de traseira, algo que vem se tornando comum nos modelos de 2022.

Leia também:

Enquanto os testes já vem acontecendo em sessões pontuais previamente programadas com as equipes após as corridas ao longo do ano, com mais uma agendada com a Red Bull após o GP da Itália, a Pirelli também quer testar esse novo modelo em um fim de semana oficial.

Mario Isola, chefe de operações da Pirelli na F1, revelou que chegou a um acordo com a categoria para estender os TL2s desses dois GPs em 30 minutos para os testes. Caso uma das provas seja afetada pela chuva, o México passaria a ser a substituta.

"O TL2 terá 90 minutos em vez de 60, então teremos mais flexibilidade Em termos de quilometragem, será como um TL2 normal para eles. Acho que, com o plano atual, temos uma boa solução. Obviamente, será a primeira vez, então precisamos ficar de olho para ver se funciona".

Pirelli tyre detail

Pirelli tyre detail

Photo by: Steven Tee / Motorsport Images

E apesar de receber bem a ideia de aumentar o TL2, Isola admitiu que isso não vem sem complicações.

"Claro, temos que falar sobre a quilometragem do motor. Não podemos aumentar isso em comparação ao projeto das equipes, e mais. É complicado, porque sempre que você arruma uma solução, ela vem com problemas. A ideia do TL2 é boa: você não obriga ninguém a ir a algum lugar, ou a ficar mais tempo no local, até terça, quarta-feira".

"Mas você acaba tendo que usar o mesmo carro do resto do fim de semana, com o mesmo motor, e isso é um problema. Sempre que você tem uma ideia, é preciso discutir por semanas a fio para encontrar uma solução final que funcione".

PODCAST #193: 'Estilo Briatore' faz com que Piastri chegue à F1 queimado?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Hamilton é o piloto mais pesquisado no Brasil e números superam Reino Unido e EUA; saiba mais
Próximo artigo Alonso pede desculpas e diz ter "muito respeito por Hamilton", mas critica falta de privacidade nas transmissões da F1

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil