F1: Bottas é "exatamente o que a Mercedes precisa", diz ex-piloto e comentarista

Segundo Johnny Herbert, o finlandês cumpre um papel fundamental para Toto Wolff, pontuando constantemente sem criar problemas dentro da equipe

F1: Bottas é "exatamente o que a Mercedes precisa", diz ex-piloto e comentarista

Valtteri Bottas é, sem dúvidas, um dos nomes mais comentados da Fórmula 1 atualmente, especialmente com críticas ao fato do finlandês não conseguir bater de frente com Lewis Hamilton desde a sua chegada à Mercedes, em 2017. Mas para o ex-piloto e comentarista Johnny Herbert, Bottas é "exatamente o que a equipe precisa" para o momento.

O finlandês foi vice-campeão em 2019 e 2020 após terminar em terceiro e quinto em suas duas primeiras temporadas com a Mercedes. Mesmo com diversas vitórias e uma presença frequente no pódio, Bottas é alvo de diversas críticas que alegam que sua falta de performance com a equipe alemã ajudam Hamilton a construir um domínio na F1.

Leia também:

Mas nem todos acreditam que Bottas tem sido um fardo para a Mercedes. Herbert, que correu na F1 entre 1989 e 2000 acumulando três vitórias e trabalha como comentarista da Sky Sports F1 atualmente, acredita que o piloto tem uma função ideal dentro da equipe alemã.

Em entrevista organizada pela Sky Sports com jornalistas, incluindo o Motorsport.com, Herbert diz acreditar que Bottas recebe uma pressão "terrível" vinda de todos os lados, apesar de cumprir um papel ideal para Toto Wolff, chefe da equipe.

"Bem, o que ele recebe é terrível na verdade, porque ele apanha de todos os lados, com as pessoas afirmando que ele não vai bem. Mas ele teve boas performances. Em algumas ocasiões, ele bateu Lewis. Nas classificações, ele consegue chegar próximo. A questão é que a consistência não está ali nas corridas".

"Mas mesmo quando está mais longe, ele consegue entregar o que a Mercedes precisa como equipe, que são os pontos para o Mundial de Construtores e nisso ele é brilhante. Brilhante! Ele causa problemas na equipe? Não. Ele é o que Toto quer? Absolutamente. Ele é o que Lewis quer? Sim".

Herbert ainda faz uma comparação com George Russell, nome que vem sendo apontado como possível substituto de Bottas na Mercedes em 2022, caso Hamilton não opte pela aposentadoria. O comentarista ainda fala o que aconteceria, em sua opinião, caso outros pilotos fossem companheiros do heptacampeão.

"Você não quer problemas e brigas, coisas do tipo. Então talvez funcionaria para ele mudar no meio da temporada? Não sei... mas mudaria muitas coisas. Já George poderia fazer isso sim, como vimos no Bahren. Mas Valtteri trabalhou bastante desde que chegou à Mercedes e ele melhorou".

"Ainda não é suficiente para bater Lewis no momento, mas estamos falando de Hamilton sabe? Acredito que qualquer um que estivesse naquele carro não teria vida fácil, até mesmo Max ou Charles teriam dificuldades para superá-lo".

"O negócio é batê-lo em todas as corridas. E sabemos que Lewis sempre tem uma carta na manga, se precisa encontrar um décimo ou dois na classificação, e ele sempre será candidato a vitórias nas corridas. Mesmo em um dia ruim, ele provavelmente acaba em segundo".

"Então, Valtteri faz um bom trabalho e acho que ele é perfeito para o momento, e George fez um bom trabalho no Bahrein, agora tudo depende do tempo e a decisão deles, se dispensam Bottas ou se Lewis aposenta".

Para Herbert, será difícil para Bottas colocar em prática sua promessa de ser um pouco mais "egoísta" em 2021 para conseguir bater de frente com Hamilton

"Parece que Valtteri quer mudar. Mas fazer isso é difícil. Talvez se ele aprender algumas coisas, como Lewis faz ou como Charles bateu Sebastian. Mas o único jeito de implementar isso é bater seu companheiro constantemente no começo da temporada".

"E aí esse é o momento de começar a assumir a equipe, na direção que você quer. Mas isso não aconteceu. No esporte só vale o que acontece na pista. Ele é uma pessoa amável, muito legal, e isso é muito raro de se ver em uma equipe de ponta".

"Agora, se ele conseguirá fazer o que promete? Se poderá ser mais egoísta? Acho que todos temos um pouco disso. Mas o negócio é colocar isso em prática do modo certo e no momento ideal. E ele tem o talento e velocidade para isso. Falta a consistência".

"Mas ele tem Lewis ao seu lado, uma pessoa que sempre dá a volta por cima e te dá um tapa na cara falando que essa não é a sua hora. Imagina como seria com Max ao seu lado? Max jamais permitiria que algo do tipo acontecesse, assim como Ayrton e Michael".

F1: Nova ORDEM de forças? Veja análise DETALHADA sobre como Mercedes pode PERDER briga para Red Bull

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Batalhas entre Hamilton e Verstappen ditarão temporada 2021 da F1?

 

compartilhar
comentários
Marko volta a criticar Gasly: "Verstappen teria sido mais rápido na AlphaTauri"

Artigo anterior

Marko volta a criticar Gasly: "Verstappen teria sido mais rápido na AlphaTauri"

Próximo artigo

F1: Honda diz que novo motor impulsionou aerodinâmica da Red Bull

F1: Honda diz que novo motor impulsionou aerodinâmica da Red Bull
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Valtteri Bottas
Equipes Mercedes