Fórmula 1
04 set
Próximo evento em
24 dias
R
GP da Toscana
11 set
Próximo evento em
31 dias
R
GP de Singapura
17 set
Canceled
R
GP da Rússia
25 set
Próximo evento em
45 dias
R
GP do Japão
08 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
Canceled
R
GP do México
30 out
Canceled
R
GP do Brasil
13 nov
Canceled
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
Próximo evento em
108 dias

F1: Bottas lidera TL3 na Hungria com Hamilton na sua cola

compartilhar
comentários
F1: Bottas lidera TL3 na Hungria com Hamilton na sua cola
Por:
, Repórter
18 de jul de 2020 10:59

Pilotos aproveitaram a pista seca para compensar a falta de quilometragem do TL2 da sexta

Depois de uma sexta marcada pela chuva, a Fórmula 1 voltou à pista do Hungaroring neste sábado para mais um dia de atividades, começando pelo Treino Livre 3 antes do treino classificatório.

Ontem, os treinos livres foram bem diferentes entre si. No TL1, a Mercedes sobrou e Lewis Hamilton voou, fazendo a volta mais rápida do final de semana até então com pneus duros de 10 voltas, batendo Bottas, que fez seu melhor tempo com pneus macios novos.

Leia também:

Já o TL2 foi marcado pela chuva forte e a pista molhada. Com isso, parte do grid nem chegou a fazer voltas rápidas, incluindo Hamilton, a dupla da Renault e Alex Albon. Sebastian Vettel e a Ferrari se aproveitaram das condições e a ponta ficou com o alemão, com Bottas novamente ocupando a segunda posição.

A pista do Hungaroring não estava em condições ideais por duas razões. A chuva, que está na previsão do tempo para o final de semana, caia fraca e em pontos específicos da pista, assim como foi no TL1 de ontem.

 

Mas o problema maior era o grande trilho de óleo na pista. Na primeira corrida da F3, o carro do neozelandês Liam Lawson começou a pegar fogo, soltando uma grande quantidade de óleo, que afetou principalmente o traçado mais comum dos pilotos.

 

Por ser uma sessão de menor duração, com apenas 60 minutos de duração, e pela falta de quilometragem da maioria das equipes devido à chuva no TL2, esperava-se uma movimentação maior nos primeiros minutos, como é comum, mas não foi o caso. As McLarens e Haas foram as únicas a saírem, apenas para voltas de instalação.

Kimi Raikkonen abriu os trabalhos, sendo o primeiro a fazer uma volta rápida. Com pneus macios, o finlandês da Alfa Romeo fez 01min19s136. Mas era visível que Kimi tinha dificuldades no setor um, trecho onde o óleo de Lawson afetava mais. Ele chegou a dar mais algumas voltas antes de recolher, baixando o tempo para 01min18s617.

Passaram-se quase 10 minutos antes que algum outro piloto abrisse volta rápida. A dupla da Williams deram algumas voltas, mas acabaram ficando mais de um segundo acima do tempo de Raikkonen.

Alex Albon foi o primeiro piloto entre os das equipes de ponta a sair da garagem, seguido de Charles Leclerc e Vettel, já próximo da marca de 20 minutos de treino. Verstappen e a dupla da Mercedes também não demoraram para sair.

Após uma rodada de voltas rápidas dos ponteiros, Lewis Hamilton assumiu a ponta com 01min16s472. Ele foi seguido de Bottas, a 0s066, Leclerc, já a 0s377, Pérez e Verstappen fechando o Top 5. Falando do holandês, próximo da marca de 25 minutos de treino, ele vinha em volta rápida, mas acabou rodando, levando a uma rápida bandeira amarela.

Um possível motivo para a rodada de Verstappen envolve as Mercedes. Pouco antes da passagem da Red Bull, os carros de Bottas e Hamilton soltaram óleo na pista no meio da Curva 2, onde o holandês rodou.

 

Hamilton e Bottas seguiram trocando voltas mais rápidas pelos minutos seguintes, com o hexacampeão chegando a 01min15s984, já mais rápido que sua melhor volta da sexta. E em condições similares à de ontem, com um pneu de 12 voltas.

E enquanto Leclerc conseguiu se colocar no meio dos carros da ponta, Mercedes, Red Bull e Racing Point, Vettel estava mais para trás, ocupando apenas a 12ª posição, 1s3 atrás da volta de Hamilton

Próximo da marca de 40 minutos da sessão, todos os carros estavam fazendo ajustes antes de sair novamente. Neste momento, o Top 10 era formado por Hamilton, Bottas, Pérez, Leclerc, Stroll, Verstappen, Albon, Ocon, Gasly e Norris.

Enquanto a transmissão mostrava a chuva, que se aproximava do circuito, a Ferrari quebrou o silêncio momentâneo do circuito, mandando sua dupla novamente para a pista. E a dupla não fez feio. Leclerc disparou e fez o melhor tempo do final de semana até então, com 01min15s781, enquanto Vettel foi de P13 para P5, mas ainda a 0s570 do tempo do monegasco.

Mas Leclerc sentiu o gosto da liderança apenas por alguns momentos. Valtteri Bottas vinha com uma volta voadora, baixando o tempo do monegasco em mais de meio segundo no segundo setor, mas acabou perdendo no trecho final, ficando com 01min15s437. Já Hamilton ficou com o P2, a 0s165 de Bottas.

Enquanto a Mercedes conseguiu mostrar mais uma vez seu domínio, vale destacar que muitos dos seus rivais, em especial Verstappen e Pérez, sempre se dão melhor no primeiro setor da pista, enquanto Hamilton e Bottas se sobressaem nos demais. No TL3, porém, o terceiro setor ficou com Leclerc. O holandês reclamou diversas vezes no rádio que o carro estava saindo muito de traseira.

No final, a Mercedes mostrou que é a equipe a ser batida no Hungaroring, mesmo sendo uma pista de condições opostas às do Red Bull Ring. Mas quem deu as cartas no TL3 foi Valtteri Bottas, que fez a melhor volta do final de semana até aqui, com 01min15s437. Hamilton ficou próximo em segundo, a apenas 0s042. Pérez, Leclerc e Stroll fecharam o Top 5.

Cla Piloto Equipe Voltas Tempo Dif
1 Finland Valtteri Bottas Mercedes 18 1'15.437  
2 United Kingdom Lewis Hamilton Mercedes 20 1'15.479 0.042
3 Mexico Sergio Perez Racing Point 16 1'15.598 0.161
4 Monaco Charles Leclerc Ferrari 19 1'15.781 0.344
5 Canada Lance Stroll Racing Point 15 1'16.033 0.596
6 Netherlands Max Verstappen Red Bull 18 1'16.084 0.647
7 United Kingdom Lando Norris McLaren 18 1'16.193 0.756
8 Germany Sebastian Vettel Ferrari 18 1'16.351 0.914
9 France Pierre Gasly AlphaTauri 20 1'16.453 1.016
10 Australia Daniel Ricciardo Renault 14 1'16.508 1.071
11 Spain Carlos Sainz Jr. McLaren 21 1'16.545 1.108
12 Thailand Alex Albon Red Bull 19 1'16.582 1.145
13 France Esteban Ocon Renault 20 1'16.706 1.269
14 United Kingdom George Russell Williams 23 1'16.847 1.410
15 France Romain Grosjean Haas 15 1'16.866 1.429
16 Denmark Kevin Magnussen Haas 14 1'17.086 1.649
17 Russian Federation Daniil Kvyat AlphaTauri 15 1'17.292 1.855
18 Italy Antonio Giovinazzi Alfa Romeo 20 1'17.496 2.059
19 Finland Kimi Raikkonen Alfa Romeo 25 1'17.527 2.090
20 Canada Nicholas Latifi Williams 17 1'17.650 2.213

A F1 volta à pista novamente neste sábado para o treino classificatório para o GP da Hungria, que está marcado para as 10h, horário de Brasília. Acompanhe toda a cobertura do final de semana no Motorsport.com e não perca nosso Tempo Real.

E já deixe anotado: assim que acabar o treino, corre para o YouTube do Motorsport para acompanhar o Q4, com nossa equipe comentando o que aconteceu de mais importante no dia da F1 e da MotoGP e projetando os resultados para os GPs da Hungria e da Espanha.

SEXTA-LIVRE: Vettel lidera segundo treino da F1 na Hungria c/chuva; Hamilton bate Bottas no TL1 seco

PODCAST: Guerra de bastidores na F1 e entrevista com Igor Fraga 

 

Leclerc vê “sinais positivos” da Ferrari após treinos de sexta-feira

Artigo anterior

Leclerc vê “sinais positivos” da Ferrari após treinos de sexta-feira

Próximo artigo

FIA: Não há evidências de culpa da Mercedes no caso da Racing Point

FIA: Não há evidências de culpa da Mercedes no caso da Racing Point
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Guilherme Longo