Fórmula 1 GP da Itália

F1: Brown diz que chefe da Alpine pagou de idiota após decisão sobre Piastri

CEO da McLaren justificou silêncio durante todo o processe de disputa pelo piloto australiano

Zak Brown, CEO, McLaren Racing

Zak Brown acredita que a McLaren estava certa em manter o silêncio sobre a saga de contratos da Fórmula 1 em torno de Oscar Piastri, dizendo que o chefe da Alpine, Otmar Szafnauer, agora parece “um pouco bobo”.

Piastri correrá pela McLaren no próximo ano, depois que a Junta de Reconhecimento de Contratos da F1 (CRB) decidiu que a alegação da Alpine de que tinha um acordo com o australiano para o próximo ano não estava correta.

Leia também:

Antes da audiência, o chefe da Alpine, Szafnauer, disse em Spa que estava “muito” confiante de que a Alpine venceria o caso, além de questionar a integridade de Piastri, dado todo o apoio da Alpine a ele.

CEO da McLaren, Brown, e o chefe da equipe de F1, Andreas Seidl, se abstiveram de comentar o caso até que o resultado fosse anunciado - uma abordagem que Brown sentiu ser mais sábia a longo prazo.

“Antes da decisão da CRB, mantivemos nossas bocas fechadas deliberadamente”, disse Brown na final da Indy em Laguna Seca, na semana passada.

“Agora que a decisão foi divulgada e alguns detalhes, acho que está claro o que aconteceu lá. Então, reconhecemos que havia muito barulho, mas sabíamos que a verdade viria à tona eventualmente e poderíamos lidar com isso, em vez de fazer um comentário contínuo.

“Na época, não estávamos alheios ao barulho e algumas das mensagens diretas que recebi dos fãs. Mas agora estamos muito confortáveis ​​com a decisão da CRB, e isso está muito claro lá.”

Brown disse que a decisão de manter o silêncio sobre a decisão de Piastri não foi influenciada pela disputa de contrato sobre Alex Palou na IndyCar, em que a McLaren e Chip Ganassi Racing afirmaram ter um acordo com ele para 2023. Palou anunciou nesta quarta-feira que permanecerá na Ganassi para 2023, mas tem um acordo de testes de F1 em vigor com a McLaren.

Brown disse que os casos de Piastri e Palou eram “duas questões totalmente separadas que infelizmente se juntaram ao mesmo tempo” e levaram a alguma reação dos fãs.

“Era muito barulhento, mas também não comentamos nada aqui [na IndyCar]”, disse Brown.

“É melhor deixar as coisas acontecerem, e podemos dar um pouco de cor depois. Se você olhar para os comentários de Otmar, ele estava falando muito e estavam confiantes, e agora acho que ele pagou de idiota.

“Então, acho que é por isso que é melhor ficar de boca fechada e comentar depois quando há algo concreto a dizer.”

Depois que a CRB anunciou que o contrato de Piastri com a McLaren era o único válido para 2023, a equipe não perdeu tempo em anunciá-lo como parte de sua formação a partir do próximo ano, substituindo Daniel Ricciardo.

Podcast #195 - Fantasma de Abu Dhabi assombra Monza: o que mudar na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Gasly diz que terá “pesadelos” com a asa traseira de Ricciardo
Próximo artigo F1: Giovinazzi também deve participar do teste da Alpine na Hungria

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil