F1 cogita corridas aos sábados já em 2021; grid invertido é descartado

CEO da categoria máxima do automobilismo abriu o jogo sobre possíveis novidades

F1 cogita corridas aos sábados já em 2021; grid invertido é descartado

A Fórmula 1 está considerando a realização de testes de corridas curtas aos sábados já para a temporada 2021, conforme revelou o novo CEO, Stefano Domenicali. O dirigente, porém, descartou a possibilidade de corridas de classificação com grids invertidos.

No ano passado, a categoria discutiu a possibilidade de experimentar corridas de classificação com grids invertidos aos sábados, a fim de 'apimentar' o show em algumas etapas específicas de 2020.

O editor recomenda:

Entretanto, os planos 'falharam' por falta de apoio das equipes, com destaque para críticas veementes da Mercedes à ideia que deixaria seus pilotos Lewis Hamilton, da Grã-Bretanha, e Valtteri Bottas, da Finlândia, com o desafio de escalar o pelotão.

De todo modo, esperava-se que a ideia voltasse à tona em 2021 após uma mudança da estrutura de governança da F1, que agora não exige mais unanimidade entre os times para a adoção de novas medidas.

Nada disso, porém, mudou a falta de suporte à possibilidade de realização de corridas de classificação com grids invertidos, conforme informado por Domenicali. O italiano assumiu o comando da F1 no começo deste ano, em substituição ao norte-americano Chase Carey.

Questionado sobre o assunto pelo Motorsport.com, o ex-chefe da Ferrari afirmou que a F1 precisa estar aberta a novas ideias, mas confirmou o 'não' à polêmica ideia: "Grid invertido já era. Eis algo que posso dizer."

"É importante pensar em novas ideias, talvez, para que o esporte fique mais atrativo e interessante, mas nós não precisamos perder o approach tradicional às corridas", ponderou Domenicali.

Entretanto, apesar de negar a possibilidade de provas de classificação com grids invertidos, o CEO da F1 disse que a categoria está cogitando experimentar a realização de corridas 'sprint' (mais curtas) aos sábados.

"Estamos analisando o approach do que é chamado de corrida 'sprint' aos sábados", explicou ele. "Estamos pensando que isso pode ser testado já nesse ano. Há discussões em andamento com as equipes".

Domenicali também sugeriu que a F1 deveria tentar pensar em formatos que melhor recebam novos pilotos, que acabam ficando sem muitas oportunidades de ganhar quilometragem em função da grande limitação de testes.

"Precisamos prestar atenção aos novatos. Hoje, com o fato de que temos menos testes, temos que criar [oportunidades de atividades de pista] não só nos treinos livres. Talvez possamos criar bons eventos, realçando o fato de que temos de focar a atenção nos novatos. Temos um bom número de pilotos jovens que já estão na F1, mas não podemos deixar esse fluxo parar", completou Domenicali, que chefiou a Ferrari de 2008 a 2014.

F1 na BAND? O que esperar da COBERTURA da categoria na possível VOLTA à emissora:

PODCAST: Bottas reagirá na Mercedes? Como compará-lo a Barrichello, Webber e cia?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

compartilhar
comentários
F1: GP de Portugal em risco, duas corridas no Bahrein e Ímola adiada? Entenda possíveis alterações no calendário de 2021

Artigo anterior

F1: GP de Portugal em risco, duas corridas no Bahrein e Ímola adiada? Entenda possíveis alterações no calendário de 2021

Próximo artigo

F1 planeja entrar com mais força no mercado dos Estados Unidos em 2021

F1 planeja entrar com mais força no mercado dos Estados Unidos em 2021
Carregar comentários