Fórmula 1 GP da Itália

F1: Com bicampeonato encaminhado, Verstappen compara momento atual da Red Bull com época do kart

Holandês pode sair de Singapura como campeão mundial novamente; piloto comparou fase com conquista no mundial de kart

Max Verstappen, Red Bull Racing, 1st position, lifts the winners trophy

Max Verstappen conquistou sua quinta vitória consecutiva no fim de semana passado no GP da Itália de Fórmula 1, ampliando sua liderança no campeonato de pilotos para 116 pontos sobre Charles Leclerc da Ferrari. E na visão do holandês, é importante ele e a Red Bull desfrutarem de sua atual onda de sucesso enquanto se aproxima de um segundo título mundial.

Leia também:

Isso significa que Verstappen pode conquistar, matematicamente, seu segundo título na próxima corrida em Cingapura, caso aumente sua vantagem em mais 17 pontos. O holandês também está perto do recorde de mais vitórias em uma única temporada. Já são 11 vitórias até agora neste ano, ficando a dois do recorde compartilhado por Sebastian Vettel e Michael Schumacher com seis corridas restantes no calendário.

Verstappen falou sobre as emoções atuais durante a sequência de vitórias após sua conquista em Monza, dizendo que era "incrível o que estamos experimentando dentro da equipe."

“Estamos tendo um ano incrível e é importante aproveitá-lo também”, disse Verstappen.

“Acho que tivemos muitos desafios diferentes em diferentes tipos de pistas e agora o carro realmente parece funcionar em todos os traçados. E sim, estamos extremamente satisfeitos.”

Max Verstappen, Red Bull Racing, 1st position, celebrates with his team in Parc Ferme

Max Verstappen, Red Bull Racing, 1st position, celebrates with his team in Parc Ferme

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

A facilidade com que Verstappen conquistou o título em 2022 contrasta fortemente com sua primeira conquista, no ano passado, vencida na última volta após uma longa luta contra Lewis Hamilton. 

O chefe da Red Bull, Christian Horner, disse anteriormente que não havia “nem um grama” dele que desejava que a Ferrari oferecesse uma luta maior, dadas as pressões da batalha pelo título de 2021. Nas últimas três corridas, o holandês não começou em uma posição acima do sétimo lugar no grid, mas conseguiu recuperar em todas e manter sua sequência de vitórias depois que a Red Bull se afastou do nível de desempenho escuderia de Maranello.

Max Verstappen disse que o atual período de sucesso foi semelhante ao seu último ano no kart, mas que repeti-lo na F1 foi “muito diferente em termos de sentimentos”.

“Na época, seu objetivo é a Fórmula 1, então é claro que você está gostando do que está conquistando, mas também acha que ainda falta muito para chegar à Fórmula 1”, disse Verstappen.

“Então é uma onda diferente de felicidade e o que você sente. Mas aquele último ano no kart também foi bom.”

Se Verstappen encerrar o campeonato em Singapura com cinco corridas restantes, seria a primeira coroação desde Michael Schumacher em 2002, que conquistou o título com um recorde de seis corridas pela frente.

Podcast #195 - Fantasma de Abu Dhabi assombra Monza: o que mudar na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Estrela da Indy alega que Herta está pagando por "ganância" passada da Fórmula 1
Próximo artigo F1: Herta aguarda decisão da FIA sobre superlicença e diz que não quer entrar como uma "exceção"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil