F1: Conheça a história de Julian Jakobi, empresário que gerenciou as carreiras de Senna e Prost simultaneamente

Novo piloto da Red Bull, Sergio Pérez, é seu cliente de maior destaque no grid atual da F1

F1: Conheça a história de Julian Jakobi, empresário que gerenciou as carreiras de Senna e Prost simultaneamente

Uma das pessoas mais influentes - e ainda assim discretas - no mundo da Fórmula 1 completa 70 anos hoje (23 de abril), e ainda assim permanece relativamente desconhecido fora do paddock.

Julian Jakobi está envolvido no gerenciamento das carreiras de pilotos há mais de 30 anos e representou os interesses de alguns dos maiores nomes. Certa vez, ele realizou a incrível façanha de cuidar de Ayrton Senna e Alain Prost simultaneamente.

Leia também:

Um negociador duro, ele continua altamente respeitado tanto pelos pilotos com quem trabalha quanto pelas equipes do outro lado de cada negociação.

Julian Jakobi with Eddie Jordan

Julian Jakobi with Eddie Jordan

Photo by: Rainer W. Schlegelmilch

Nascido em 1951, Jakobi foi para a Universidade de Oxford estudar filosofia, política e economia - um curso que lhe deu uma boa base para sua futura carreira.

Posteriormente, ingressou na IMG, a gigante empresa de gestão fundada pela lenda do esporte americano Mark McCormack. Ele teve passagens na International Client Financial e Motor Sport, trabalhando com nomes como Bjorn Borg e Nick Faldo, bem como Senna e Prost.

Falando no podcast Beyond the Grid sobre como conciliar os interesses dos pilotos, ele disse: “Nunca revelarei detalhes financeiros de um cliente para outro. Com a confidencialidade do cliente, você simplesmente não faz isso."

“Então, se um cliente ainda hoje me disser: 'A propósito... ' e me fizer uma pergunta fora de ordem, eu direi a ele: 'Desculpe, não respondo a essa pergunta, você conhece as regras."

“E só aconteceu uma vez com Ayrton, e uma vez com Alain, que eles tentaram obter informações e eu me recusei a dar, e eles nunca mais tentaram."

Em 1992, ele deixou a IMG para se concentrar em Senna, tornando-se seu empresário e chefe do braço internacional da organização da lenda brasileira. No final daquele ano e na temporada de 1993, Jakobi ajudou Senna em suas negociações com a McLaren.

Após a morte de Ayrton em maio de 1994, Jakobi continuou trabalhando com a família Senna.

Flavio Briatore, Renault F1 Team Manager talks with Julian Jakobi

Flavio Briatore, Renault F1 Team Manager talks with Julian Jakobi

Photo by: Sutton Images

Em 1997, Jakobi fundou o Stellar Management Group. Trabalhou com Prost, Jacques Villeneuve, Max Biaggi e Dario Franchitti, além de ter desempenhado um papel fundamental na fundação da British American Racing - a equipe que um dia se transformaria na Mercedes na F1.

Dois anos depois que Jakobi começou a Stellar, a empresa foi fundida com a conhecida PR e a CSS Promotions, e Jo britânico se tornou CEO da recém-nomeada organização CSS Stellar, mais tarde assumindo o cargo de presidente.

Em 2010, deu mais um passo na carreira ao formar a GP Sports Management, empresa que dirige até hoje. Seu cliente de maior destaque no grid atual de F1 é Sergio Pérez, e Jakobi conduziu o mexicano durante seu período de Force India e Racing Point. No verão europeu passado, ele enfrentou um grande desafio quando Lawrence Stroll optou por contratar Sebastian Vettel para a temporada de 2021, potencialmente deixando Pérez sem um assento. 

Julian Jakobi

Julian Jakobi

Photo by: Rainer W. Schlegelmilch

Desde o início, Jakobi viu a Red Bull como uma equipe em potencial, apesar da política estabelecida da escuderia de usar seus próprios pilotos. Ele não desistiu e, com a ajuda de 'Checo' demonstrando um desempenho de alto nível na pista em 2020, ele conseguiu garantir a vaga.

Jakobi também gerencia a carreira do piloto reserva da Haas, Pietro Fittipaldi, que guiou para o time norte-americano nas duas últimas corridas de 2021, e o piloto de F2 Guanyu Zhou.

Nos Estados Unidos, ele cuida de Juan Pablo Montoya e da piloto Katherine Legge.

Julian Jakobi, CSS Stellar Management talks with Juan Pablo Montoya, McLaren

Julian Jakobi, CSS Stellar Management talks with Juan Pablo Montoya, McLaren

Photo by: Sutton Images

A empresa de Jakobi se tornou cada vez mais influente no cenário da Fórmula E, onde sua lista de clientes inclui Sam Bird, Nick Cassidy, Lucas di Grassi, Andre Lotterer, Jean-Eric Vergne e Oliver Turvey.

O britânico também continuou trabalhando com muitos grandes nomes que se aposentaram do cockpit, incluindo Franchitti, Allan McNish, Jerome d'Ambrosio e Pedro de la Rosa, enquanto a empresa também representa estrelas do skate e do surf.

Ex-rival de SENNA POLEMIZA sobre o que Ayrton acharia da F1 atual em ÍMOLA e cita até RATZENBERGER

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Por que temporada de 2021 promete ser a mais equilibrada dos últimos anos?

 

compartilhar
comentários
Fórmula E completa calendário e inclui rodada dupla em Londres

Artigo anterior

Fórmula E completa calendário e inclui rodada dupla em Londres

Próximo artigo

Vergne pede à Fórmula E para "nunca voltar" a Valência

Vergne pede à Fórmula E para "nunca voltar" a Valência
Carregar comentários