Fórmula 1 GP de São Paulo

F1 deve revisar regulamento de sprint e tornar corrida 'independente'

Proposta já é defendida pelos pilotos desde o ano passado

Sprint winner Max Verstappen, Red Bull Racing RB18

Neste fim de semana, a Fórmula 1 realiza a terceira e última corrida sprint da temporada 2022, em meio a discussões sobre o modelo adotado. E com as críticas dos pilotos, a categoria está olhando novamente para a possibilidade de tornar as provas de sábado corridas independentes, em vez de definirem o grid de largada do domingo.

Max Verstappen tem sido um crítico muito vocal sobre o conceito das sprints, reafirmando nesta quinta-feira no Brasil o fato de que os pilotos relutam em correr riscos nas corridas por pensarem nas consequências do domingo.

Leia também:

"Honestamente, não sou um grande fã porque sinto que não corremos de verdade. Sim, há alguns pontos, mas você não arrisca mesmo, porque a corrida real é onde está os pontos. Você não faz um pitstop, coloca um pneu para durar toda a prova".

"Com esses carros, as corridas provavelmente são um pouco melhores. Mas, no geral, você não vê muitas ultrapassagens a não ser que tenha um carro fora de posição. Então não são muito divertidas pra mim".

Recentemente, a F1 teve a liberação de expandir as sprints para seis corridas em 2023, e agora inicia o processo de planejar quais GPs receberão os eventos. Mas, além disso, foi apurado que a F1 planeja discutir a ideia de tornar os eventos completamente independentes.

Assim as corridas valeriam apenas pontos, com o grid do GP do domingo sendo determinado pela classificação de sexta-feira.

Para Kevin Magnussen, isso permitirá que os pilotos forcem um pouco mais: "Max tem um bom ponto, de que você arrisca menos na sprint porque vale a posição de largada do domingo. Então seria uma boa mudança, separar os dois, porque aí você pode ir com tudo".

Max Verstappen leads the rest of the field at the start of the Austrian GP sprint.

Max Verstappen leads the rest of the field at the start of the Austrian GP sprint.

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Ross Brawn, diretor esportivo da F1, disse após a primeira corrida sprint em Silverstone no ano passado que os pilotos já defendiam essa mudança.

"Acho que precisamos olhar para os pontos distribuídos e como determinamos o grid", disse Brawn à época. "Ou deveria ser com base na sexta? Pérez abandonou [a sprint] em Silverstone e, obviamente, sua corrida do domingo foi comprometida. Então a classificação da sexta deveria valer o grid das duas corridas?".

Homenagens a Fittipaldi e Vettel, música e mais: as novidades do GP de São Paulo de F1

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

 

Podcast Motorsport.com debate 'valor real' do GP no Brasil para a F1; ouça já

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Verstappen detalha visita a Piquet em Brasília e elogia Brasil
Próximo artigo F1: ‘Exagero na dose’ após jogo do Palmeiras ajudou na intoxicação de Norris; de Vries está de stand by

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil