F1: Eddie Jordan elogia postura de Hamilton após ele perder título de 2021

Ex-chefe da tradicional equipe que levou seu sobrenome disse que heptacampeão foi "muito esportista" ao lidar com derrota para Verstappen

F1: Eddie Jordan elogia postura de Hamilton após ele perder título de 2021
Carregar reprodutor de áudio

Eddie Jordan acredita que Lewis Hamilton encarou a derrota com boas intenções ao perder o título mundial da Fórmula 1 para Max Verstappen. Foi a primeira vez que o heptacampeão não venceu o campeonato de pilotos desde que foi derrotado pelo ex-companheiro de Mercedes, Nico Rosberg, em 2016.

A reação furiosa do britânico foi justificada pelo confuso procedimento de relargada durante um safety car no final GP de Abu Dhabi, mas ele parabenizou e elogiou seu oponente, com quem teve vários contatos durante a temporada e descreveu como "louco" por sua direção agressiva na Arábia Saudita.

Leia também:

O ex-chefe da Jordan acredita que Hamilton estava sendo muito mole e intimidado um pouco por um jovem piloto da Red Bull faminto.

"Você não pode negar o título de Verstappen", disse o irlandês à BBC. "Por outro lado, acho que Lewis abriu a porta para isso. Ele permitiu que alguém tão agressivo como Max o vencesse e tomasse seu campeonato."

"Acho que Hamilton tem sido muito bom por muito tempo e creio que ele precisa ficar mais forte novamente. Acho que tem a ver com a linguagem corporal, ouça como ele falou depois da corrida, era muito esportista."

"Toda a Grã-Bretanha pode se orgulhar do que ele fez, mas os mocinhos não ganham títulos e ele se tornou um cara bom. Ele é o melhor piloto que já vi e isso que já vi alguns dos melhores na minha época. Portanto, posso dizer que realmente o idolatro."

Embora Mark Webber tenha sugerido que Hamilton pode pensar em se aposentar com base em um comentário pós-corrida, seu colega David Coulthard acredita que o ex-campeão mundial retornará.

"A dedicação de Hamilton é inquestionável", disse o britânico. "É um fenômeno e um atleta incrível. Ele já assinou um acordo para ficar por mais dois anos, é uma pessoa de equipe, comprometida com sua escuderia e estará lá no próximo ano para conquistar seu oitavo campeonato."

"Acho que ele tem paz de espírito. É apenas um daqueles momentos em sua carreira que não vai estragar os muitos momentos maravilhosos. Ele é um ótimo exemplo para homens e mulheres atletas sobre como lidar com a derrota, pois percebeu o desafio de Verstappen e viveu para esses momentos. Sim, ele gostaria de ter ganho, mas mostrou sua excelência novamente."

Hamilton CAMPEÃO de 2021? Título DIVIDIDO com Verstappen? Ideia é ventilada por Brundle e ATÉ ALONSO

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #152: Qual tamanho do título de Verstappen após derrotar Hamilton?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Shwartzman coloca Haas no topo dos testes de pós-temporada; Fittipaldi é 10º
Artigo anterior

F1: Shwartzman coloca Haas no topo dos testes de pós-temporada; Fittipaldi é 10º

Próximo artigo

F1 proibirá conversas de equipes com direção de prova, revela Brawn

F1 proibirá conversas de equipes com direção de prova, revela Brawn
Carregar comentários