F1: Bottas tem pior início de temporada com Mercedes em momento fundamental para definição de seu futuro

Finlandês acumula 'apenas' três terceiros lugares e dois abandonos, ficando atrás de Lando Norris no Mundial

F1: Bottas tem pior início de temporada com Mercedes em momento fundamental para definição de seu futuro
Carregar reprodutor de áudio

Enquanto uma das vagas da Mercedes parece certa para Lewis Hamilton, o segundo carro da equipe alemã na Fórmula 1 promete uma luta dura entre Valtteri Bottas e George Russell. E apesar de estar em um momento fundamental para fazer seu caso e garantir mais uma renovação com a Mercedes, o finlandês vive o outro lado da moeda, com o pior início de temporada desde sua chegada em 2017.

Até aqui, com cinco etapas disputadas, Bottas já subiu ao pódio três vezes, todas com o terceiro lugar, no Bahrein, em Portugal e na Espanha.

Leia também:

Mas, por outro lado, os abandonos em Ímola, após o acidente com George Russell, e em Mônaco, com a roda que não saía de seu carro, colocam o finlandês bem distante da luta entre Hamilton e Max Verstappen pelo título. Enquanto o piloto da Red Bull possui 105 pontos contra 101 do heptacampeão, Bottas tem apenas 47, ocupando a quarta posição do Mundial de Pilotos, nove atrás de Lando Norris, um dos destaques da temporada até aqui.

E estes números colocam Bottas em uma situação complicada, com o pior início de temporada desde 2017, quando chegou à Mercedes, em um momento fundamental, antes do início das negociações por um novo contrato com a equipe alemã.

Valtteri Bottas, Mercedes, with engineers

Valtteri Bottas, Mercedes, with engineers

Photo by: Steve Etherington / Motorsport Images

Recentemente, Bottas disse que ainda não se preocupa com o contrato de 2022, mas determinou a pausa de verão da F1, em agosto, como momento ideal para definir seu futuro, com tempo hábil para buscar uma vaga em outra equipe, caso necessário.

Essa não é a primeira vez que Bottas termina a 5ª etapa do ano sem uma vitória. Isso já havia acontecido em 2018, quando obteve três segundos lugares, um oitavo e um abandono. Naquela temporada, após o GP da Espanha, ele acumulava 58 pontos, contra 95 de Hamilton, que tinha Sebastian Vettel em segundo.

Nos demais anos, Bottas acumulou pelo menos um triunfo, como foi o caso em seu ano de estreia, 2017, quando venceu o GP da Rússia. Na ocasião, após o abandono no GP da Espanha, o finlandês, ainda em adaptação à Mercedes, tinha 63 pontos contra 98 de Hamilton, que perseguia o então líder Vettel.

Em 2019, Bottas teve, sem dúvidas, seu melhor início de temporada com a Mercedes, passando a impressão em um primeiro momento de que poderia pressionar Hamilton na luta pelo título. O finlandês venceu os GPs da Austrália e do Azerbaijão, saindo de Baku, a quarta etapa do ano, na liderança, com um ponto de vantagem. Mas a vitória do heptacampeão em Barcelona com o companheiro em segundo na etapa seguinte inverteu a ordem de forças, que se manteve até o fim.

Race Winner Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 celebrates with the champagne and his team

Race Winner Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 celebrates with the champagne and his team

Photo by: Joe Portlock / Motorsport Images

Já no ano passado, Bottas enfrentava uma situação mais similar à de 2021. Apesar de ter vencido a primeira etapa do ano, o GP da Áustria, com um segundo lugar na Estíria e terceiro na Hungria, o furo no pneu nas voltas finais do GP da Grã-Bretanha e a vitória de Verstappen na etapa dos 70 Anos jogaram o finlandês para terceiro no Mundial, quatro pontos atrás do holandês.

Agora, Bottas precisa correr contra o tempo para recuperar o prejuízo. Para sua sorte, a próxima etapa é em um local onde ele conhece muito bem e tende a ter bons resultados.

Além da vitória em 2019, que lhe rendeu a liderança do Mundial, o finlandês quase venceu o GP do Azerbaijão de 2018, quando tinha uma boa vantagem para os rivais, mas passou por cima dos destroços do acidente entre Verstappen e Daniel Ricciardo, jogando a vitória no colo de Hamilton.

EXCLUSIVO: MASSA dá PITACO na crescente RIVALIDADE da F1 entre HAMILTON e VERSTAPPEN

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: O que a liderança inédita de Verstappen representa na F1?

 

compartilhar
comentários
F1: Mercedes finalmente tira roda do carro de Bottas, após o GP de Mônaco
Artigo anterior

F1: Mercedes finalmente tira roda do carro de Bottas, após o GP de Mônaco

Próximo artigo

F1: Red Bull ameaça protestar contra asa dianteira da Mercedes em Baku como retaliação

F1: Red Bull ameaça protestar contra asa dianteira da Mercedes em Baku como retaliação
Carregar comentários