Análise
Fórmula 1 GP do Catar

F1: Entenda por que Verstappen foi punido apesar de confusão com sistema de alertas

Holandês caiu de segundo para sétimo por não desacelerar em uma zona de bandeira amarela dupla após a batida de Gasly no fim do Q3

Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B

A decisão da FIA de punir Max Verstappen com cinco posições para o grid de largada do GP do Catar de Fórmula 1 veio apesar os comissários "simpatizarem" com as circunstâncias ao redor do caso.

Enquanto a análise do onboard de Verstappen na classificação mostram que ele claramente passou por uma bandeira amarela dupla, devido à AlphaTauri de Pierre Gasly, antes de completar sua volta, a situação no geral não foi tão clara assim, devido à falta de mais alertas.

Leia também:

Em particular, com a Red Bull argumentando isso com os comissários, as luzes amarelas padrão que tradicionalmente são usadas não estavam em uso na pista no momento. Além disso, os fiscais da FIA haviam desligado seu alerta amarelo pouco antes disso, o que significa que Verstappen não recebeu uma sinalização no painel ou em seu rádio, como é esperado.

Mas, apesar disso, os comissários deixaram claro que, em sua visão, Verstappen havia quebrado o regulamento ao ignorar o alerta das bandeiras amarelas.

Em seu comunicado, explicando a decisão, os comissários admitiram que simpatizam com o caso por causa da falta de alertas, mas dizem que a quebra do regulamento aconteceu do mesmo jeito.

Como apontado, o Artigo 27.1 do Regulamento Desportivo dizem que os pilotos devem guiar o carro sozinhos e sem auxílio, enquanto o Apêndice H do Código Desportivo Internacional determinam que luzes e bandeiras têm a mesma importância.

"O Artigo e o Apêndice H colocam o ônus da responsabilidade de cumprir as sinalizações de pista ao piloto, então mesmo com a equipe argumentando que o sinal amarelo foi desligado no sistema da FIA 34 segundos antes do piloto atingir a zona, é responsabilidade do piloto tomar a ação apropriada ao entrar em uma zona sinalizada como amarela dupla".

Os comissários disseram que ouviram o rádio entre Red Bull e Verstappen, e a equipe não comunicou o piloto da situação completa. O holandês admitiu que não estava ciente do carro de Gasly, mas os comissários acreditam que o líder do Mundial deveria ter tomado a ação correta e tirar o pé ao ver a sinalização na pista.

Com o precedente de decisões anteriores de três posições para ofensas com amarelas simples e cinco para amarelas duplas, os comissários afirmaram que não tiveram outra opção a não ser punir Verstappen.

F1 AO VIVO: A briga de MERCEDES vs RED BULL na CLASSIFICAÇÃO para o GP do CATAR; assista ao debate

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #147 – TELEMETRIA: O que a Red Bull tem que fazer no Catar? Hamilton favorito?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Com Hamilton e Gasly na primeira fila e Verstappen em sétimo, veja o grid do GP do Catar após punições
Próximo artigo PÓDIO: Acompanhe o debate sobre a vitória de Hamilton no Catar

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil