F1: Ferrari diz que não teve aviso sobre falha "realmente repentina" do motor de Leclerc

Carro do monegasco perdeu potência na metade da volta 27 e o piloto foi forçado a abandonar a corrida

Carregar reprodutor de áudio

A Ferrari disse que a falha na unidade de potência que tirou Charles Leclerc do GP da Espanha de Fórmula 1 surgiu do nada, pois não houve aviso prévio de problemas.

Leclerc parecia estar a caminho de conquistar a vitória em Barcelona, ​​já que mantinha uma liderança confortável nos estágios iniciais da corrida.

Mas, com uma vantagem de mais de 11 segundos, Leclerc desacelerou repentinamente quando seu carro perdeu potência na metade da volta 27.

Leia também:

O monegasco imediatamente foi para os boxes e foi forçado a abandonar a prova, dando a Verstappen a oportunidade de seguir em frente e conquistar uma vitória que o levou ao topo do Mundial.

A Ferrari ainda não tem uma resposta sobre o que deu errado com a unidade de força de Leclerc e quer esperar até que as investigações em sua sede em Maranello sejam concluídas antes de dar uma explicação.

No entanto, o chefe da equipe Mattia Binotto confirmou que o problema não foi algo que a Scuderia estava gerenciando, uma vez que pegou todos de surpresa.

“Foi um problema repentino”, disse Binotto. “Acho que descobrimos primeiro com Charles, indo para o rádio e depois com os engenheiros que analisaram os dados. Então foi muito repentino."

“Ainda não temos uma explicação. Portanto, a unidade de potência será [enviada] de volta para Maranello à noite e vamos desmontá-la amanhã de manhã.”

Depois de dois eventos em que a Ferrari foi atingida por um desgaste de pneus pior do que a Red Bull, Leclerc analisou que as coisas foram muito diferentes desta vez e que a equipe tinha tudo sob controle.

Questionado se ele sentia que sem a falha ele teria conseguido uma vitória direta, o monegasco disse: “Com as voltas que fiz, honestamente, tudo estava indo muito, muito bem."

“Acho que teria sido difícil para eles recuperarem, porque obviamente já havia uma grande diferença e tivemos uma degradação muito boa também no pneu macio. Poderíamos fazer mais algumas voltas se comparado a eles. Então, sim, no geral, acho que tínhamos a corrida sob controle", concluiu.

F1 AO VIVO: VERSTAPPEN vence AOS TRANCOS E BARRANCOS, Russell DÁ SHOW e Leclerc AMARGA abandono

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #178: Será o fim da linha para Vettel e Alonso na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 deve agrupar corridas por região no calendário de 2023
Artigo anterior

F1 deve agrupar corridas por região no calendário de 2023

Próximo artigo

F1: Verstappen diz que erro na curva 4 em Barcelona "realmente me pegou de surpresa"

F1: Verstappen diz que erro na curva 4 em Barcelona "realmente me pegou de surpresa"