Fórmula 1 GP da Holanda

F1: Ferrari ficará "muito surpresa" se Red Bull introduzir chassi mais leve

Mattia Binotto usou teto orçamentário para explicar porque não acredita que Red Bull conseguirá tamanha manobra ainda neste ano

Max Verstappen, Red Bull Racing RB18, Carlos Sainz, Ferrari F1-75

A Ferrari afirmou que ficaria "muito surpresa" se a Red Bull de fato introduzir um chassi mais leve durante a temporada 2022 da Fórmula 1, destacando os desafios que as equipes vivem no contexto do teto orçamentário, mas reforçou que talvez o regulamento financeiro ainda não esteja "maduro".

Em Spa, surgiram os rumores sobre a Red Bull estar próxima de introduzir um novo chassi que poderia resolver o problema de excesso de peso que tenta contornar desde o começo do ano.

Leia também:

Christian Horner, chefe da Red Bull, disse após a corrida em Spa que "esse chassi seguirá para as próximas corridas", confirmando ser o mesmo usado na Hungria, enquanto manteve mistério sobre a possível introdução do modelo mais leve antes do fim do ano.

Falando sobre a possibilidade, o chefe da Ferrari, Mattia Binotto, disse que ficaria surpreso ao ver a Red Bull fazer isso devido às limitações do teto orçamentário, cuja aplicação das normas segue sendo "uma preocupação" para ele.

"Agora temos regulamentos técnico, desportivo e financeiro, o que pode fazer uma diferença entre as equipes em termos de interpretação e execução. Sabemos que precisamos de uma FIA forte para policiar corretamente, caso contrário o regulamento não será justo e igualitário".

"Agora, não posso julgar a Red Bull pelo chassi mais leve porque, como você disse, talvez não aconteça. Na Ferrari, nunca poderemos introduzir algo do tipo ou uma estratégia diferente ao longo do ano por um motivo simples: o teto orçamentário. Ficarei muito surpreso se outras equipes puderem fazer isso".

Carlos Sainz, Ferrari F1-75, Sergio Perez, Red Bull Racing RB18, Max Verstappen, Red Bull Racing RB18

Carlos Sainz, Ferrari F1-75, Sergio Perez, Red Bull Racing RB18, Max Verstappen, Red Bull Racing RB18

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

Binotto voltou a dizer após a prova de Spa que ainda existem muitas interrogações sobre o regulamento financeiro porque ele "ainda não está muito maduro".

"O número de pessoas na FIA monitorando isso é muito pequeno, então é preciso melhorar para o futuro. Porque será muito ruim se um campeonato for ditado pelo regulamento financeiro, e não pelo técnico e desportivo".

PODCAST #193: 'Estilo Briatore' faz com que Piastri chegue à F1 queimado?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Leclerc 'joga a toalha' e diz que objetivo agora é lutar por vice-campeonato em 2022
Próximo artigo F1: Red Bull vai manter Verstappen "dentro de uma bolha" durante GP da Holanda

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil