F1: FIA confirma que Red bull não entrou com recurso contra isenção de Hamilton por desrespeito a dupla bandeira amarela no TL3

Britânico da Mercedes foi absolvido após investigação por suposta infração neste sábado

F1: FIA confirma que Red bull não entrou com recurso contra isenção de Hamilton por desrespeito a dupla bandeira amarela no TL3

A FIA confirmou que a Red Bull não entrou com recurso sobre o incidente com a bandeira amarela de Lewis Hamilton no GP da Arábia Saudita de Fórmula 1, apesar da equipe sugerir que poderia.

Hamilton foi convocado para falar com os comissários em Jeddah após o treino classificatório no sábado, quando foi acusado de ter ignorado uma bandeira amarela dupla.

Leia também:

Os comissários decidiram não tomar nenhuma providência sobre o assunto, após alegarem que haviam sido acionadas acidentalmente por menos de um segundo.

Quinze dias depois de Max Verstappen ter recebido uma penalidade de cinco posições no GP do Catar por ignorar uma bandeira amarela dupla, a Red Bull sugeriu que não estava feliz com a consistência da decisão.

O chefe da equipe, Christian Horner, disse à Sky imediatamente após a classificação que a escuderia austríaca estava analisando se deveria ou não levar o assunto adiante.

"Vamos dar uma boa olhada nisso", disse Horner.

“Parece um pouco inconsistente com o que vimos há duas semanas, por isso temos direito a um recurso."

“Vamos dar uma olhada nas informações, não olhamos muito de perto."

"A única coisa que queremos desesperadamente é consistência."

O consultor da Red Bull, Helmut Marko, chegou a dizer que a equipe havia entrado com um recurso.

“Max é penalizado em cinco posições no grid no Catar e, de repente, a bandeira amarela não é mais amarela. Há outra interpretação, mas não pode continuar assim."

“Era uma bandeira amarela, era uma sinalização clara no visor. A equipe deveria ter pelo menos dado um aviso."

"Recorremos, mas agora temos outras preocupações, estamos acompanhando."

Mas como a Red Bull precisou fazer uma chamada rápida para apresentar uma notificação de sua intenção de recorrer, a FIA confirmou que nenhuma papelada foi enviada - o que significa que Hamilton não enfrentará nenhuma investigação nova sobre o assunto.

A Red Bull também declarou mais tarde que havia decidido não levar o assunto adiante.

F1 AO VIVO: VERSTAPPEN BATE NO FIM E HAMILTON É POLE NO GP DO ARÁBIA SAUDITA; veja ANÁLISE do quali

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #149: Frank Williams é o maior personagem da F1 fora das pistas?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1- Bottas: quero vencer, mas prioridade é o campeonato de construtores
Artigo anterior

F1- Bottas: quero vencer, mas prioridade é o campeonato de construtores

Próximo artigo

F1: Vettel brinca e diz que sentirá “falta do silêncio” de Raikkonen

F1: Vettel brinca e diz que sentirá “falta do silêncio” de Raikkonen
Carregar comentários