F1 - Fittipaldi concorda com punições a Hamilton e Verstappen no Brasil: "Regras são regras"

Bicampeão da categoria máxima falou sobre penalidades recebidas pelos pilotos no GP de São Paulo e deu sua opinião sobre disputa do título

F1 - Fittipaldi concorda com punições a Hamilton e Verstappen no Brasil: "Regras são regras"
Carregar reprodutor de áudio

Emerson Fittipaldi não pôde comparecer a Interlagos para acompanhar o emocionante GP de São Paulo de Fórmula 1, mas não deixou de dar sua opinião a respeito da disputa entre Max Verstappen e Lewis Hamilton pelo título. O britânico saiu vitorioso no Brasil em um fim de semana de muita polêmica fora da pista, mas "regras são regras" para o bicampeão da categoria.

Segundo o embaixador do Sites-de-apostas.net, em entrevista exclusiva ao Motorsport.com, o incidente da asa traseira da Mercedes não é 'raro' no automobilismo, pois já aconteceu com seu filho Emmo no kart e que, ainda que a equipe alemã não tenha ganho vantagem com isso, a aplicação da punição foi correta. Mesma coisa para a multa ao holandês por ter tocado no carro do rival.

Leia também:

"Foram apenas 0,2 milímetros? Bem, nas regras existem medições e se uma está fora, infelizmente acontece [que você é desclassificado]", comentou Fittipaldi. "Não acho que houve alguma vantagem técnica, mas cinco mais cinco é dez, não é nove (regras são regras)."

"Na verdade, em uma das primeiras corridas de Emmo, ele perdeu por alguns gramas. Estava abaixo do peso mínimo e eles o desclassificaram e eu tive que aceitar. Essas crianças aprendem isso desde o início. Eles colocaram o kart lá várias vezes, na balança, e ele foi eliminado. E é isso."

Verstappen também recebeu uma punição no GP de São Paulo, de 50 mil euros (cerca de R$ 312 mil), por ter tocado o carro de Hamilton no parque fechado após a classificação de sábado. Para Emerson, o caso do holandês também é ensinado desde as categorias de base e dar penalidade foi o certo, apesar da quantia da multa ter sido "exagerada".

"Voltando ao kart, todos nós sabemos que você nunca deve tocar no kart de ninguém", reiterou o brasileiro. "Você aprende desde o início que no parque fechado apenas o mecânico pode estar ao lado do veículo e do piloto, e ninguém mais pode encostá-lo. Não digo que [necessariamente concordo com] a punição em euros, essa é outra discussão e na minha opinião eles exageraram."

"No entanto, ele nunca deveria ter tocado. Esse é o regulamento. Eles têm as regras, têm os números e os conhecem", adicionou.

Lewis Hamilton, Mercedes, 1st position, and Max Verstappen, Red Bull Racing, 2nd position, congratulate each other in Parc Ferme

Lewis Hamilton, Mercedes, 1st position, and Max Verstappen, Red Bull Racing, 2nd position, congratulate each other in Parc Ferme

Photo by: Steve Etherington / Motorsport Images

Questionado sobre quem ele acha que levará o título de 2021, Fittipaldi preferiu não 'apostar seu dinheiro': "É muito difícil, é como um cassino".

"A sensação que tenho é que Verstappen sempre foi muito consistente em qualquer pista, mas a chave para ambos é concluir as corridas entre os três primeiros se quiserem ganhar o campeonato. Se houver uma onde um não terminar, será um grande problema."

O holandês lidera o mundial de pilotos com 332,5 pontos e tem 14 de vantagem sobre Hamilton, que aparece em segundo com 318,5. Restam três corridas para o final da temporada: Catar, Arábia Saudita (confira o onboard do circuito aqui) e Abu Dhabi.

F1 2021: HAMILTON bate VERSTAPPEN após largar em 1º e MERCEDES exibe FORÇA contra RED BULL em SP | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #145 - TELEMETRIA: Rico Penteado analisa fim de semana em Interlagos

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
VÍDEO: Dê uma volta onboard pelo circuito de Jeddah, lar do GP da Arábia Saudita
Artigo anterior

VÍDEO: Dê uma volta onboard pelo circuito de Jeddah, lar do GP da Arábia Saudita

Próximo artigo

F1 - Coulthard: "Mercedes deveria ter trocado Bottas por Russell já em 2021"

F1 - Coulthard: "Mercedes deveria ter trocado Bottas por Russell já em 2021"
Carregar comentários