Fórmula 1 GP da Cidade do México

F1: Frustrado com punições, Gasly terá que enfrentar "fantasma" até maio de 2023; entenda

Francês se aproxima de suspensão por uma corrida caso chegue a 12 pontos

Pierre Gasly, AlphaTauri AT03, battles with Lance Stroll, Aston Martin AMR22

Pierre Gasly se encontra em uma situação delicada na Fórmula 1 neste momento. Após receber mais um ponto de punição no GP do México, o francês da AlphaTauri chega a 10, ficando a apenas dois de tomar uma suspensão de uma corrida, fazendo com que ele tenha que tomar todo o cuidado do mundo até maio do próximo ano.

Com validade de 12 meses, seus primeiros pontos foram computados em 22 de maio, no GP da Espanha, e estes serão os primeiros a 'caducar', mas somente no GP da Emilia Romagna, a sétima etapa da temporada 2023.

Leia também:

O francês está cada vez mais frustrado com a direção de provas e os comissários nas últimas semanas, após ser penalizado por acelerar no GP do Japão durante a remoção do carro de Carlos Sainz, com a presença de um trator na pista, além de deixar uma grande distância atrás do safety car em Austin.

Ele levantou a questão da rigidez do sistema de pontos de punição na reunião de sexta-feira com a direção de provas no México. Mas, no domingo, ele ainda tomou mais um ponto por sair da pista e ganhar uma vantagem na luta contra Lance Stroll.

Claramente irritado após a corrida no México por mais um imbróglio com a FIA, e após saber sobre o ponto de punição, ele tirou um momento para raciocinar antes de falar com a imprensa. Ele estava particularmente frustrado por não ter sido notificado para devolver a posição para Stroll.

"Eu sou um piloto, e se eu vejo a chance, eu vou atrás dela. E se você não está feliz com isso, me oriente para devolver a posição que eu tento de novo. Não fui avisado de nada, então é uma pena. Eles precisam dizer isso no rádio, e é o que eles fizeram no passado, mas agora não, por algum motivo".

Pierre Gasly, AlphaTauri AT03

Pierre Gasly, AlphaTauri AT03

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

Questionado se precisava mudar sua abordagem, Gasly disse que vai conversar com a direção de provas no Brasil.

"Os comissários parecem bem rígidos ultimamente. No último fim de semana, metade do grid estava dando espaço demais atrás do safety car, e eu fui penalizado. Neste fim de semana, foi muito apertado, e eu não sei porque não me alertaram para devolver a posição".

"No fim do dia, tentei meu melhor dentro do carro, e a última coisa que eu quero são esses pontos estúpidos e perder tempo de prova. Aparentemente, no momento eles não estão felizes com o que eu estou fazendo, então vamos discutir exatamente o que eu preciso mudar".

Mais cedo no fim de semana, Gasly havia indicado que a discussão iniciada por ele na sexta-feira sobre as penalizações haviam sido positivas, chegando até a sugerir que o sistema de pontos pode ser mudado pela FIA, talvez a tempo de evitar a suspensão em 2023.

"Não foi somente sobre os pontos, porque obviamente eu estou próximo da suspensão. Mas, na minha opinião, eu não sinto que eu fui tão perigoso assim nos últimos 12 meses, e seria uma pena ser suspenso por guiar lento atrás do safety car e alguns limites de pista".

"Então acho que eles vão trabalhar em torno disso para o próximo ano. Isso é bom de ouvir".

Entenda os pontos de punição de Gasly:

GP da Espanha: Causar uma colisão (Lance Stroll) – 2 pontos
GP da Áustria: Causar uma colisão (Sebastian Vettel) – 2 pontos
GP da Áustria: Sair da pista múltiplas vezes sem justificativa – 1 ponto
GP do Japão: Acelerar sob condições de bandeira vermelha – 2 pontos
GP dos Estados Unidos: Carro ficou a mais de 10x a distância atrás do safety car – 2 pontos
GP do México: Sair da pista e obter uma vantagem (Lance Stroll) – 1 ponto

Em 10 de outubro, Gasly perdeu dois pontos obtidos pela colisão com Fernando Alonso no GP da Turquia de 2021. Neste ano, ele ainda recebeu duas reprimendas por problemas no Canadá. Caso um piloto receba cinco em um mesmo ano, ele toma uma penalização de posições de grid.

PÓDIO: Tudo sobre a BATALHA na altitude da CIDADE DO MÉXICO

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate: quem poderá parar a Red Bull e Verstappen na Fórmula 1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 - "Dominante", "Recordista", "De ouro": Imprensa internacional repercute recorde de Verstappen
Próximo artigo F1: Ecclestone teria atuado em conversas entre FIA e Red Bull, diz jornal italiano

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil