F1: GP da Espanha planeja retorno ao traçado sem chicane de Barcelona

Layout atual da pista espanhola é criticada pela falta de ação na chegada à reta principal

Pierre Gasly, AlphaTauri AT02

A direção do Circuito de Barcelona planeja homologar junto à FIA a versão do traçado sem a chicane de baixa velocidade na última curva, como forma de melhorar a qualidade das corridas da Fórmula 1 e outras categorias no futuro próximo.

A chicane esquerda-direita das curvas 14/15 tinha como objetivo oferecer os benefícios de uma curva de baixa na chegada à longa reta, permitindo que os carros seguissem uns aos outros. Mas o layout com as zebras levantadas provaram ser uma irritação, atrapalhando o benefício do vácuo.

Leia também:

Há algum tempo, a F1 vinha considerando a ideia de retornar à versão original do último setor, com a introdução da chicane acontecendo em 2007, mas os planos não haviam avançado. Em 2021, o então diretor de provas Michael Masi disse que estava analisando a possibilidade.

"É algo que estamos olhando há algum tempo. Obviamente não é algo que pode ser feito do dia para a noite, temos que olhar para todas as implicações e consequências não-intencionais que podem surgir".

"Assim como todos os nossos circuitos, curvas e tudo, trabalhamos junto com as equipes, os pilotos e a F1 para garantir que tenhamos o traçado mais seguro e que promova boas corridas".

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

Agora surge a informação de que a direção do circuito quer levar adiante a homologação grau 1 do layout sem chicane junto à FIA, algo necessário para a realização das corridas de F1. Assim que o processo for concluído, as categorias poderão decidir qual traçado gostariam de usar.

"A área da chicane não será modificada", disse um porta-voz do circuito ao Motorsport.com. "O que será feito é a homologação do traçado sem a chicane para as competições. Aí cada promotor poderá decidir qual configuração preferem".

Esta área da pista foi alvo de várias mudanças ao longo dos anos, com uma chicane modificada sendo usada inclusive na MotoGP em 2017, após o acidente fatal de Luis Salom, piloto da Moto2 em 2016.

Porém, os pilotos não ficaram felizes com o recapeamento do novo design. Após a sexta-feira do GP da Catalunha de 2017, a MotoGP voltou à chicane da F1 pelo resto do fim de semana.

Além da F1 e da MotoGP, o circuito recebeu neste ano a European Le Mans Series, as 24 Horas de Barcelona, o International GT Open, o Mundial de Rallycross e eventos locais.

VÍDEO: Ricciardo será sombra para Pérez na Red Bull?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast: 'era Verstappen' tem prazo de validade na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Ford pode retornar à F1 em parceria com Red Bull para 2026
Próximo artigo Podcast #208 – Bi da Stock redefine tamanho de Barrichello, como o maior pós-Senna?

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil