F1: GP da Turquia anuncia plano ousado para ter 100 mil fãs em seu retorno ao Mundial

A organização confirmou também que o ingresso terá um preço bem reduzido, cerca de 60 reais pelos três dias

F1: GP da Turquia anuncia plano ousado para ter 100 mil fãs em seu retorno ao Mundial

Depois de quase nove anos fora do calendário da Fórmula 1, o GP da Turquia está confirmado para a temporada 2020 do Mundial, com a prova marcada para 15 de novembro. E para um retorno triunfal, a organização da prova anunciou um plano ousado, pretendendo colocar 100 mil pessoas nas arquibancadas do Istambul Park.

No início, a organização não tinha certeza se faria o evento com portões abertos, mas Vural Ak, o presidente executivo da Intercity, empresa que promove o GP, disse em uma coletiva nesta terça que os fãs poderão estar presentes.

Leia também:

Com a pista sendo localizada em um espaço aberto, Ak acredita que o local pode acomodar até 100 mil pessoas com segurança. Esse número representa 50% da capacidade. Apesar de estar aberto a uma revisão de planos caso o número de casos no país suba, Ak acredita que os protocolos determinados podem garantir a presença do público.

"Temos que estar preparados para tudo", disse. "Se a situação da doença piorar, aí podemos correr sem público. Porém, conhecemos a capacidade da pista. Cerca de 220 mil espectadores podem assistir a corrida nas arquibancadas".

"No momento, por motivos de segurança, se fecharmos alguns setores, acredito que podemos receber cerca de 100 mil espectadores seguindo as regras de distanciamento social".

De acordo com a universidade Johns Hopkins, referência mundial no rastreamento de casos de Covid-19, a Turquia registrou 270.133 casos, com 6.370 mortes até o final de agosto.

Os ingressos para o evento terão preços a partir de 20 reais por dia, com a Intercity afirmando que estão mais interessados em promover um evento bem-sucedido em vez de focar no lucro.

"Normalmente, a Fórmula 1 tem alguns padrões e preços de ingressos a certo nível. Porém, a Intercity não está buscando vantagem financeira com o evento e o governo nos encorajou a fazer isso".

"Os ingressos custarão 20 reais por dia, 60 reais no total pelos três dias. A venda de ingressos será iniciada na próxima semana e acreditamos que eles serão vendidos rapidamente".

Apesar do circuito não ter recebido a F1 desde 2011, Ak afirmou que a condição da pista ainda está dentro do padrão do Mundial.

"Um fiscal da FIA veio inspecionar o asfalto e a infraestrutura, e nos agradeceu, afirmando que tudo parece novo. Porém, com apenas dois meses e meio, uma equipe mais experiente virá para dizer o que precisamos fazer".

"Conseguimos fazer isso porque mantivemos a pista pronta como se tivesse uma corrida todos os dias".

Mugello circuit overview

Mugello circuit overview

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

GP da Toscana abre venda de ingressos nesta terça (01)

Antes mesmo do GP da Rússia, o GP da Toscana, que marca a estreia de Mugello na F1, terá a presença de públicos na prova, que marca a corrida número 1000 da Ferrari no Mundial. 

A direção do circuito havia confirmado a informação oficialmente no último final de semana, com um número bastante reduzido: 2.880 para cada dia do GP, com o público sendo dividido em três arquibancadas.

"Ao longo dos três dias do GP, 2.880 espectadores poderão estar presentes: 1.000 na Tribuna Centrale e 1.000 na Tribuna Materassi", anunciou a direção em comunicado. "Os membros dos clubes da Scuderia Ferrari terão um espaço privado com 880 ingressos disponíveis para a Tribuna 58".

"Um plano de operação detalhado, apresentado pelo Circuito de Mugello e aprovado pelo governo da Toscana, contendo todas as ações anti-Covid-19 estará em ação para garantir a segurança dos presentes".

A venda foi iniciada nesta terça, 01 de setembro.

Além de Mugello e da Turquia, o GP da Rússia também anunciou os planos para ter a presença do público, contando com a liberação de 30 mil pessoas por dia, cerca de 50% da capacidade do Parque Olímpico de Sochi.

O GP de Portugal, em Portimão, também deve ter a presença do público, com a organização mirando entre 50 e 60 mil pessoas, mas ainda não houve a confirmação oficial. Já o Bahrein analisa a possibilidade de ter fãs presentes na rodada dupla.

RETA FINAL: Hamilton detona “corridas chatas” após GP da Bélgica de F1

PODCAST: Na guerra de bastidores dos circuitos, qual é o calendário dos sonhos da F1?

 

compartilhar
comentários
Vettel despista sobre ida para Racing Point mas diz estar focado na F1 para 2021

Artigo anterior

Vettel despista sobre ida para Racing Point mas diz estar focado na F1 para 2021

Próximo artigo

Ferrari crê que fim do "modo festa" pode mexer com ordem do grid em Monza

Ferrari crê que fim do "modo festa" pode mexer com ordem do grid em Monza
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Turquia
Autor Jonathan Noble