F1: Hamilton admite que único modo de bater Verstappen é com melhor estratégia da Mercedes

Heptacampeão afirmou que depende da equipe em seu melhor para bater de frente com o rival após a exibição dominante na sprint

F1: Hamilton admite que único modo de bater Verstappen é com melhor estratégia da Mercedes

Após ser batido por um dominante Max Verstappen na primeira corrida sprint da história da Fórmula 1, Lewis Hamilton admite que sua única chance de bater o rival no GP da Grã-Bretanha deste domingo é contar com uma estratégia melhor da Mercedes.

O ritmo de Verstappen fez com Hamilton mantivesse os pés no chão com relação à suas chances para este domingo, afirmando que a Mercedes precisar estar em sua melhor forma para que ele tenha a possibilidade de bater o rival.

Leia também:

"Verstappen teve muito ritmo e não acho que ele teve que dar o seu melhor, enquanto nós estávamos. Será difícil".

"Se pudermos nos mantermos próximos nos stints, talvez possamos pressioná-los com a estratégia, mas não estaremos ultrapassando na pista. Eles são rápidos demais. Então estaremos jogando o jogo".

Toto Wolff, chefe da Mercedes, concorda que há pouco separando Red Bull e Mercedes em termos de estratégia, o que coloca a pressão em cima da estratégia. Mas uma das maiores vantagens de sua equipe é ter dois pilotos lutando na frente, porque Sergio Pérez largará apenas do pitlane.

"Acho que temos ritmo", disse. "Se Lewis tivesse mantido a posição no começo, acho que teríamos a mesma corrida, mas com um Mercedes na frente. Isso significa que nossa performance é igual".

"Com dois carros ali, é possível dividir estratégias, você pode estender um, buscar o overcutundercut, largar com pneus diferentes. Certamente é uma grande vantagem".

Uma diferença intrigante entre os carros das equipes é o ajuste das asas para a corrida, com ambas seguindo direções distintas. A Red Bull foi para uma solução de maior downforce, para ir melhor nas curvas, enquanto a Mercedes optou por menos arrasto, para ser mais rápida nas retas.

Verstappen acha que sua solução talvez não possa ser a melhor, deixando-o exposto às ultrapassagens.

"Parece que somos rápidos nas curvas e que eles são rápidos nas retas neste fim de semana. Claro, após um treino livre não somos mais permitidos mexer no carro e, se você não acerta, fica preso com isso".

"Então acho que estamos um pouco presos com relação às retas. É por isso que precisamos compensar nas curvas".

F1 AO VIVO: HAMILTON x VERSTAPPEN e tudo sobre a PRIMEIRA corrida SPRINT em SILVERSTONE | Q4

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #119 - TELEMETRIA: Qual é o impacto da 'Sprint' na F1? Rico Penteado responde

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Pérez largará do pitlane após modificações da Red Bull no carro
Artigo anterior

F1: Pérez largará do pitlane após modificações da Red Bull no carro

Próximo artigo

F1 - Verstappen: Conquistar pole com vitória na sprint não parece "correto"

F1 - Verstappen: Conquistar pole com vitória na sprint não parece "correto"
Carregar comentários