F1: Hamilton não sente que precisa se desculpar pelo acidente com Verstappen

Britânico da Mercedes colidiu com rival da Red Bull na primeira volta da corrida de Silverstone

F1: Hamilton não sente que precisa se desculpar pelo acidente com Verstappen

Lewis Hamilton sente que não precisa se desculpar pelo acidente com Max Verstappen no GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1, mas disse que está disposto a entrar em contato com ele após descobrir que o holandês foi levado para o hospital.

O britânico da Mercedes colidiu com o seu rival da Red Bull na primeira volta da corrida de Silverstone, quando corriam lado a lado. 

Leia também:

Ao entrarem para a curva Copse, Hamilton tentou ir por dentro de Verstappen, e, depois desviar brevemente para a esquerda. O holandês, por fora, manteve sua posição e, enquanto fazia a curva, sua roda traseira direita encontrou a esquerda dianteira de Hamilton.

A colisão lançou Verstappen para fora da pista, quebrando as barreiras do lado de fora da curva em alta velocidade.

Os comissários da FIA deram a Hamilton uma penalidade de 10 segundos pelo incidente, mas o britânico ainda foi capaz de se recuperar e assumir a liderança a duas voltas do fim para vencer o GP da Grã-Bretanha.

Hamilton foi atacado pela Red Bull, com o chefe da equipe, Christian Horner, chamando-o de "erro amador e desesperado", enquanto disse que sua equipe poderia optar por solicitar à FIA que tome medidas adicionais sobre o incidente, pois sentiu que a penalidade na corrida não foi o suficiente.

Verstappen também criticou Hamilton nas redes sociais, chamando sua jogada de "perigosa" e sentiu que as comemorações da vitória após a corrida de Silverstone foram "desrespeitosas" enquanto ele estava no hospital.

Em coletiva de imprensa pós-corrida da FIA, que aconteceu antes dos comentários de Verstappen serem divulgador em suas redes sociais, o piloto da Mercedes disse que não sente que precisa se desculpar pela colisão.

"Eu realmente não vi a filmagem, vi um rápido clipe quando voltei para a garagem, mas voltarei e terei tempo para refletir sobre isso", disse Hamilton. 

"Não acho, pelo meu entendimento atual, que estou em posição de me desculpar por qualquer coisa. Estávamos lá correndo."

Hamilton admitiu que estava preocupado com Verstappen quando descobriu que o holandês foi levado ao hospital para exames e tentará falar com ele para esclarecer algumas dúvidas.

"Ouvi dizer que Max está no hospital e isso definitivamente me preocupa", disse. "Nenhum de nós quer que algum se machuque, essa nunca foi minha intenção, então eu realmente espero que ele esteja bem."

“Vou bater nele depois disso para verificar se ele está bem. Haverá muitas corridas difíceis e temos que aprender a encontrar um equilíbrio decente."

Hamilton também contestou as afirmações de Horner de uma vitória "vazia" devido ao abandono de Verstappen na primeira volta, mas entende a reação do dirigente.

"Eu realmente não tenho nada a dizer a Christian além de que [a vitória] não parece vazia", disse.

"Há 2.000 pessoas em minha equipe que trabalham incrivelmente duro e não se trata apenas de mim."

“Já disse que esta não é a forma que eu queira que acontecesse na corrida."

"É importante para todos nós dar um passo para trás, pois as emoções estão aumentando e eu sei o que é perder pontos dentro da equipe e estar nessa posição, então geralmente não me preocupo com isso."

Hamilton está agora a oito pontos atrás de Verstappen, que ainda lidera o campeonato mundial de pilotos de F1 após o GP da Grã-Bretanha.

F1 AO VIVO: TENSÃO após BATIDA de HAMILTON e VERSTAPPEN em SILVERSTONE! Tudo sobre o GP! | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #118: Quais 'passagens de bastão' mais emblemáticas da F1?

 

.

compartilhar
comentários
F1- Verstappen detona celebrações de Hamilton em Silverstone: "Comportamento desrespeitoso e antidesportivo"
Artigo anterior

F1- Verstappen detona celebrações de Hamilton em Silverstone: "Comportamento desrespeitoso e antidesportivo"

Próximo artigo

F1: Red Bull critica "lobby" de Wolff e penalidade "leve" a Hamilton

F1: Red Bull critica "lobby" de Wolff e penalidade "leve" a Hamilton
Carregar comentários