F1 - Hamilton 'sincerão' sobre assoalho: "Uma das primeiras atualizações que eu realmente senti diferença nos últimos dois anos"

A Mercedes levou para a corrida disputada em Austin um assoalho revisado mirando no carro de 2024 e o heptacampeão aprovou a atualização

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Mark Sutton / Motorsport Images

O sete vezes campeão mundial garantiu o terceiro lugar no grid para a corrida do GP dos Estados Unidos de Fórmula 1, aproveitando ao máximo as últimas mudanças da Mercedes para ficar atrás apenas de Charles Leclerc e Lando Norris na classificação disputada na sexta-feira. 

Enquanto a Mercedes tratou de minimizar o potencial do novo assoalho antes da corrida, alegando que se trata mais de entendimentos para o carro de 2024, Hamilton tem uma perspectiva diferente.

Leia também:

Ele não acha que seja necessariamente um indicador para o futuro, mas diz que proporcionou um nível de melhoria que nem sempre veio das atualizações da Mercedes.

"Não sei realmente se é um indicador de alguma coisa para o próximo ano, mas, à medida que continuamos a experimentar, temos cada vez mais conhecimento de onde estamos indo e para onde estamos direcionando o fluxo do carro", disse ele.

"A pista não é muito diferente. Sempre há um exagero com a atualização de alguém, mas o resto do carro é exatamente o mesmo. E há muitas e muitas áreas em que podemos melhorar.

"Mas essa é uma melhoria. Essa é uma das primeiras atualizações que eu realmente senti nos últimos dois anos. Portanto, isso é positivo, e só precisamos de duas ou três vezes dessa etapa para nos colocar no modo super competitivo, o que acredito que os rapazes podem fazer."

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG

Foto de: Motorsport Images

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG

Hamilton disse que as mudanças "nivelaram o carro" em todas as áreas de desempenho, em vez de alterar a maneira como ele se comporta de modo geral.

E acrescentou que o progresso foi uma prova dos esforços que estão sendo feitos na fábrica da Mercedes em Brackley para entregar um W14 mais rápido.

"Estou muito grato pelas melhorias que a equipe fez no carro", disse ele.

"Todos trabalharam muito para trazer algumas atualizações e, para nós, estarmos tão perto da McLaren, da Ferrari e até mesmo das Red Bulls, acho que é uma demonstração do quanto todos trabalharam duro."

Mas, embora os ajustes o tenham colocado em uma boa posição para disputar a vitória no domingo, ele não tinha certeza do quanto poderia ser forte.

"É muito cedo para dizer", disse ele. "Nenhum de nós fez uma corrida longa, então não tenho ideia.

"Talvez o fato de a Red Bull não estar entre os três primeiros torne a batalha mais acirrada, porque eles costumam estar um pouco à frente e simplesmente desaparecem na distância.

"Então, espero que nós três possamos ter uma batalha acirrada", finalizou Hamilton referindo-se ao top 3 que é composto po Charles Leclerc, Lando Norris e ele.

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: Com volta deletada de Verstappen e pole de Leclerc, veja grid do GP dos Estados Unidos
Próximo artigo F1: Norris admite posição inesperada na classificação, mas lamenta perda da pole

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil