F1: Hamilton tira pontos positivos do fim de semana em Baku

O heptacampeão elogiou o esforço da Mercedes em trabalhar incessantemente no carro para melhorar o ritmo para a classificação e a corrida

F1: Hamilton tira pontos positivos do fim de semana em Baku

Apesar de ter jogado fora a oportunidade de retomar a liderança da Fórmula 1 com o erro na relargada, que o fez terminar apenas em 15º, Lewis Hamilton disse que ainda há pontos positivos que podem ser tirados do GP do Azerbaijão, mesmo sem conseguir pontuar.

Terceiro na maior parte da corrida, Hamilton parecia a caminho de uma volta por cima espetacular após o abandono de seu rival na luta pelo título Max Verstappen, com um furo no pneu que o levou ao muro, acionando a bandeira vermelha.

Leia também:

O piloto da Mercedes era segundo na relargada, com uma chance de roubar a vitória do companheiro de Verstappen, Sergio Pérez, mas acabou tendo um problema na primeira curva, ao mexer nos botões de freio. Com isso, Hamilton acabou caindo para a última posição na corrida de duas voltas até a bandeira quadriculada.

Buscando por pontos positivos, o atual campeão destacou o modo como a equipe seguiu mudando o carro durante as problemáticas sessões de treinos livres antes de encontrar uma boa solução para a classificação e a corrida.

"Foram duas corridas incrivelmente difíceis. E acho que hoje obviamente foi uma experiência dolorosa. Acho que o domingo foi um momento de azar. Mas Max teve seu azar também e essas coisas acontecem".

"Então, naturalmente, peço desculpas à equipe e vamos nos reagrupar para tentarmos voltar ainda mais fortes. Mas acho que há pontos positivos para tirarmos do fim de semana em termos da recuperação que tivemos e vamos voltar mais fortes".

"Acho que naturalmente todos podem ver que a Red Bull é claramente mais rápida no momento. É muito, muito difícil acompanha-los hoje. E apesar estar nessa luta, naquela posição, foi uma experiência incrível".

"E é uma experiência importante sair com nada após todo o trabalho duro. Mas essas coisas acontecem".

Perguntado pelo Motorsport.com se ele estava preocupado com o vencedor de Baku, Pérez, reduzindo a diferença em sua batalha com Verstappen, ele disse: "O carro deles é incrivelmente rápido, então acho que sem dúvidas os dois tornarão as coisas difíceis".

"Era o que esperávamos no início do ano. Então vamos manter nossa cabeça no lugar".

Hamilton disse que Verstappen não pontuar não impactou em sua própria frustração.

"É irrelevante. Não faz nenhuma diferença para ser honesto. Essas lições são enviadas para nos testar, e é difícil porque eu também perdi um amigo [Mansour Ojjeh] nesta manhã, então é uma mistura de emoções. Mas vivemos para seguir lutando mais um dia".

F1 2021: Verstappen DESAFIA Hamilton e diz que seria mais RÁPÍDO que inglês com Mercedes

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #110 - Erro de Hamilton mostra um campeão sob pressão?

 

 

compartilhar
comentários
F1: Mercedes afirma ter teoria "muito promissora" para explicar problemas recentes

Artigo anterior

F1: Mercedes afirma ter teoria "muito promissora" para explicar problemas recentes

Próximo artigo

F1: Bottas mantém foco nas pistas mas prevê início de conversas com Mercedes sobre futuro

F1: Bottas mantém foco nas pistas mas prevê início de conversas com Mercedes sobre futuro
Carregar comentários