F1: Horner acredita que Red Bull não vai estourar teto de gastos de 2022, mas vê seis equipes "em perigo"

Limite deste ano teve uma redução de 5 milhões de dólares em relação a 2021, caindo de 145 para 140, com mais uma queda de 5mi prevista para 2023

Max Verstappen, Red Bull Racing RB18, Sergio Perez, Red Bull Racing RB18

Christian Horner acredita que a ausência de certos itens que levaram a Red Bull a estourar o teto orçamentário da Fórmula 1 em 2021 evitará que o cenário se repita para a equipe austríaca neste ano. Mesmo assim, o britânico admite que não pode afirmar isso com "100% de confiança", sugerindo ainda que há seis times sob risco de violação do limite de gastos.

Na sexta-feira, a FIA revelou a punição da Red Bull por estourar o teto orçamentário do ano passado: uma multa de 7 milhões de dólares e uma redução de 10% dos testes aerodinâmicos na próxima temporada.

Leia também:

Com as discussões sobre os itens que levaram à violação tomando algumas semanas para serem resolvidas, e a proximidade do fim da temporada 2022, começam a surgir especulações de que possa ser tarde demais para a equipe mudar sua abordagem e seguir dentro do teto para este ano.

Mas Horner diz que vários dos problemas relacionados aos gastos de 2021 não devem ser fatores determinantes neste ano.

"Os efeitos que tivemos neste ano, o efeito material carregado para 2022, vários destes custos são únicos", disse Horner ao ser questionado pelo Motorsport.com. "Sejam gastos com demissões, nivelamentos, licença saúde, são coisas únicas. Continuaremos alimentando nosso pessoal e esses gastos estarão de forma proporcional dentro do teto".

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing, in a press conference regarding the recent findings of the cost cap breach. The FIA have handed Red Bull a $7m fine and an aero testing reduction

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing, in a press conference regarding the recent findings of the cost cap breach. The FIA have handed Red Bull a $7m fine and an aero testing reduction

Photo by: Carl Bingham / Motorsport Images

Horner insiste que ele acredita que as equipes rivais gastaram mais em áreas fundamentais como desenvolvimento e danos por batidas.

"Acho que se você olhar para o ritmo de desenvolvimento em 2022, acho que outras equipes colocaram bem mais componentes nos carros que nós este ano".

"Se você olhar apenas para os danos de batidas, algo que é muito caro, e algo que eu acho que precisa ser revisto no teto, quando você olha para algumas batidas, que nem sempre são culpa do piloto ou da equipe, Verstappen é o piloto que causou menos danos no ano. Em termos de partes usadas, estamos no fim da lista".

"Então ninguém pode dizer com 100% de confiança que está confortável dentro do teto, inclusive nós, particularmente após o processo que vivemos".

"Mas sentimos que há muitos gastos únicos que foram inclusos nisso. E estamos confiantes e esperançosos que com o processo de afinar as coisas para o futuro, vai parecer menos um Campeonato Mundial de Contadores".

Questionado sobre punições para violações futuras das equipes, Horner ainda sugeriu que vários de seus rivais podem estourar o teto neste ano.

"Acho que nós criamos um precedente. E isso é um precedente já para 2022. E o perigo para 2022 é que podemos ter seis equipes violando o teto. O preço da energia subiu exponencialmente, mas com sorte estamos protegidos disso".

"Mas acho que há a chance de várias equipes irem além do teto este ano, e muitas falaram isso em reuniões da Comissão da F1. Não acredito que iremos quebrar o teto este ano, por motivos que já expliquei. Mas essa punição cria um precedente para o futuro. Então se você é penalizado em 10% [de testes aerodinâmicos] por uma violação de 0,37%, qual será a punição para 5%?".

SEXTA-LIVRE: Russell lidera 6ª feira marcada por BATIDA de Leclerc e bastidores APIMENTADOS no México

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate: quem poderá parar a Red Bull e Verstappen na Fórmula 1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 - Alonso vê títulos de Verstappen como mais valiosos que os de Hamilton: "Só teve o companheiro como rival"
Próximo artigo F1: Fittipaldi exalta oportunidade de pilotar carro da Haas no México

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil