F1: Horner diz que é impossível prever se Red Bull terá vantagem no México

Equipe austríaca e Verstappen são amplamente considerados favoritos para o evento

F1: Horner diz que é impossível prever se Red Bull terá vantagem no México

O chefe da Red Bull, Christian Horner, disse que é impossível prever se a equipe austríaca terá vantagem no México, próxima etapa da Fórmula 1.

RBR e Max Verstappen são amplamente considerados favoritos para o evento, com o holandês tendo vencido em 2017 e 2018 e sido mais rápido na classificação em 2019, antes de receber uma penalidade no grid.

Leia também:

No entanto, depois que Verstappen venceu o GP dos Estados Unidos no último fim de semana em Austin - uma pista geralmente associada ao sucesso de Lewis Hamilton e Mercedes - Horner disse que é impossível prever qual dos candidatos ao título terá a vantagem.

“É muito apertado entre as duas equipes. O México tem sido uma boa pista para nós, mas tem sido uma boa pista para eles também, ocasionalmente. Então, não devemos, não os subestimamos", disse.

Horner sublinhou que o sucesso de Austin foi significativo para a sua equipe: "Todos são importantes, mas este é um grande problema, porque tem sido um reduto de Lewis e Mercedes."

“Portanto, conseguir a pole foi um momento marcante para nós, e depois converter em uma vitória, mesmo sem liderar na primeira volta.”

Ele acrescentou que a escuderia não pode ficar muito confiante, apesar do resultado de Austin ampliar a liderança de Verstappen.

“Você tem que atacar. 12 pontos não é nada, pode desaparecer muito, muito rapidamente, como vimos anteriormente."

“Por isso temos de continuar atacando nos finais de semana de corrida e tirar o máximo deles. E cinco [etapas] oara ir, a pressão só fica maior."

O diretor de engenharia da Mercedes, Andrew Shovlin, admitiu que os campeões mundiais esperam uma luta dura com a Red Bull no México.

“Se você olhar para o futuro, para o México, essa é uma pista no passado que serviu para eles e adaptou-se à unidade de força da Honda”, disse ele.

“Mas, independentemente disso, ainda temos que chegar com um carro que está executando o melhor de sua capacidade e dar um carro para Lewis e Valtteri [Bottas] que lhes permitam fazer o melhor trabalho."

Questionado se a Mercedes poderia surpreender a RBR no México, Shovlin disse: “Honestamente, se pudermos levar a corrida até eles como fizemos hoje, esse é provavelmente o melhor cenário que podemos imaginar."

“Há muito o que fazer e é um circuito muito diferente e um ambiente muito diferente para a unidade de energia operar."

“Mas não houve muitos circuitos em que estivéssemos muito fora do ritmo. Lutamos em Mônaco, estávamos lutando em Baku e lutamos um pouco na segunda [etapa na] Áustria, mas há mais deles onde podemos desafiar e podemos lutar pela pole."

“Como eu disse, sabemos que lutamos lá no passado e sabemos no que precisamos trabalhar na próxima semana ou depois, e é nisso que vamos focar", concluiu.

F1 AO VIVO: FIM DA LINHA para Mercedes/Hamilton em '21? O pós-GP, VW na F1, POLÊMICAS nos EUA e mais

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #139 – Qual o campeonato da F1 mais emocionante do século?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Verstappen: "México e Interlagos serão cruciais para o campeonato"
Artigo anterior

F1 - Verstappen: "México e Interlagos serão cruciais para o campeonato"

Próximo artigo

F1: Alonso volta a criticar comissários e pede aplicação clara de regras como no futebol

F1: Alonso volta a criticar comissários e pede aplicação clara de regras como no futebol
Carregar comentários