Fórmula 1 GP da França

F1: Horner minimiza culpa de Leclerc em batida no GP da França

Na visão do chefe da Red Bull, aquele domingo não era o dia de sorte do monegasco, mas fez questão de destacar que Charles era um piloto muito forte

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing

Foto de: Red Bull Content Pool

O erro de Charles Leclerc durante o GP da França de Fórmula 1 foi comentado não só por Mattia Binotto, chefe da Ferrari, mas também por Christian Horner, líder da Red Bull, que minimizou a culpa do monegasco no acidente que acabou lhe custando a vitória no último domingo. 

Leia também:

Ao todo, o monegasco já deixou para trás 78 potenciais pontos nas 12 corridas realizadas até aqui na temporada 2022. Dez pontos no GP da Emília Romagna quando era o terceiro colocado e acabou rodando e perdendo a posição que estava, 25 por um abandono inesperado na Espanha enquanto liderava a corrida, 18 no Azerbaijão por uma falha no motor, naquela altura, era P2 e o último erro, na França. 

Na visão de Horner, o acidente aconteceu porque aquele domingo não era o dia de sorte de Leclerc, assim como alguns não foram para a Red Bull. O chefe de equipe ainda destacou que não vê o monegasco como um piloto que bate com frequência durante as corridas e fez questão de destacar  as qualidades do número 16 da Ferrari. 

"Acho que não. Não sei se mais alguma coisa contribuiu para o acidente, mas ele é um piloto muito forte. Esses dois pilotos estão se esforçando tanto e esses carros estão no limite nessas condições. Sua má sorte foi a nossa sorte hoje e mudou ao longo do ano", analisou.

Charles Leclerc, Ferrari F1-75, bate enquanto liderava a prova

Charles Leclerc, Ferrari F1-75, bate enquanto liderava a prova

Photo by: Carl Bingham / Motorsport Images

Outro ponto de destaque é que, no momento do erro do monegasco, Leclerc estava tentando abrir tempo para o segundo colocado, uma vez que precisava reagir a chamada da Red Bull que tinha acabado de levar Max para os boxes. 

"Fomos para o undercut, Max efetivamente conseguiu a posição na pista e é uma pena que não tenhamos visto como isso teria acontecido. Mas no final, uma vitória direta para Max e o máximo de pontos, então é um trabalho bem feito", finalizou Horner. 

Com a vitória do holandês, Verstappen abre uma vantagem de 63 pontos para o piloto da Ferrari após metade do campeonato ter se passado e a uma corrida das férias de verão.

VÍDEO: Leclerc? Pérez? Quem foi o pior do GP da França?

 

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #187 – Marko está certo ao colocar Verstappen como “a maior história de sucesso da Red Bull”?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: A frustração de Leclerc no GP da França por outra perspectiva; veja
Próximo artigo F1 - Rosberg critica decisões da Ferrari na França: "Me perguntava o que eles estavam fazendo"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil