Fórmula 1 GP da França

F1: É injusto dizer que Leclerc é propenso a erros após batida na França, diz Binotto

Binotto defende que Leclerc sabe reagir bem após os erros, e espera o monegasco pronto para Hungria

Charles Leclerc, Ferrari F1-75, crashes out at Le Beausset

A batida de Charles Leclerc no GP da França de Fórmula 1 rendeu críticas ao monegasco, com fãs sugerindo que o piloto da Ferrari seja propenso a erros. E mesmo com a falha em Paul Ricard lhe custando uma provável vitória, o chefe da Ferrari, Mattia Binotto, disse que é injusto fazer tal sugestão sobre o piloto.

Leclerc vinha liderando no começo da prova, com um ritmo e degradação de pneus melhores que o do rival Max Verstappen. Mas um erro na volta 18 o levou a bater na barreira de pneus, causando seu abandono e fazendo com que a vitória caísse no colo do holandês, que disparou no Mundial.

Leia também:

O erro de Leclerc vem após outra falha que lhe custou pontos em Ímola, danificando seu carro após um acidente na Variante Alta enquanto buscava a segunda posição. Ambos os acidentes lhe custaram terreno no campeonato, enquanto Verstappen abre na frente.

Mas Binotto descartou as sugestões de que Leclerc é propenso a cometer erros: "É um julgamento injusto. Ele certamente estava no limite, e há coisas que podem acontecer quando você está no limite. Por que isso aconteceu, e veremos se há algo a mais, vamos ver com calma com ele mas no momento não há motivos para culpá-lo".

"Tenho certeza que ele irá aprender. Sempre vimos que Charles reage bem e forte aos erros que comete. E tenho certeza que ele voltará mais forte e com fome de vitórias na Hungria".

A batida de Charles Leclerc na Le Beausset

A batida de Charles Leclerc na Le Beausset

Photo by: Carl Bingham / Motorsport Images

Em vez de afogar as mágoas de Paul Ricard, Binotto disse que o foco agora está em dar a volta por cima no Hungaroring.

"Acho que saímos daqui com confiança em nosso pacote e pilotos, suas capacidades e velocidade. Por sorte, temos a Hungria em uma semana. É importante virarmos a página e olharmos pra frente. A Hungria também será muito quente e o gerenciamento de pneus será fundamental, igual a Le Castellet".

"Então digo que há muitas razões para sorrimos e sermos positivos, porque nosso objetivo na Hungria não é apenas vencer, mas sim fazer uma dobradinha".

VÍDEO: Leclerc? Pérez? Quem foi o pior piloto do GP da França?

 

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #187 – Marko está certo ao colocar Verstappen como “a maior história de sucesso da Red Bull”?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Horner vê Mercedes "cada vez mais próxima" de Red Bull e Ferrari
Próximo artigo F1 - "Ferrari se desespera": Imprensa italiana lamenta erro de Leclerc e o compara com Verstappen

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil