F1: Leclerc e Sainz negam problemas com ordens de equipe da Ferrari no México

Equipe italiana dividiu estratégia dos pilotos em busca de alcançar Gasly pela quarta posição, sem sucesso

F1: Leclerc e Sainz negam problemas com ordens de equipe da Ferrari no México

Charles Leclerc insiste que não tinha problemas com as ordens de equipe dadas pela Ferrari dadas durante o GP do México de Fórmula 1, apesar de um aparente atraso em permitir que seu companheiro de equipe, Carlos Sainz, passasse.

Os dois pilotos da Ferrari buscavam alcançar Pierre Gasly e a AlphaTauri, em busca da quarta posição na corrida do último domingo.

Leia também:

Com isso, a equipe optou por dividir as estratégias. Sainz ficou mais tempo na pista em seu primeiro stint, tendo pneus duros mais novos no final. Mas em certo momento, ele acabou ficando atrás de Leclerc em meio à sua busca para alcançar Gasly.

A Ferrari lançou uma instrução pelo rádio para que Leclerc deixasse Sainz passar, mas a resposta do monegasco não foi imediata. Logo após, Sainz sugeriu que o companheiro de equipe estava acelerando e freando com força, simplesmente para se manter à frente.

Porém, Leclerc eventualmente abriu para ver o que Sainz poderia fazer, mas o espanhol acabou falhando em seu objetivo de alcançar a AlphaTauri, eventualmente devolvendo a posição ao monegasco antes da bandeira quadriculada.

Apesar das sugestões de que essa demora para abrir caminho significa que Leclerc não estava feliz com a situação, ele afirma que dar a posição não era algo simples, por causa da influência de retardatários.

"Eu estava ok com isso", disse. "Basicamente eu tive uma vida difícil com os pneus duros nas primeiras voltas e reclamava pelo rádio. Assim que me pediram para deixá-lo passar, eu tinha uma bandeira azul, então precisei passar por Russell e Stroll, dois carros que estavam à frente".

"Esperamos uma volta e, nesse meio tempo, os pneus dianteiros melhoraram, e meu tempo de volta melhorou em um segundo. Então a equipe me instruiu a não fazer a troca. Duas voltas depois eles me falaram para deixá-lo e eu abri".

Charles Leclerc, Ferrari SF21, Carlos Sainz Jr., Ferrari SF21

Charles Leclerc, Ferrari SF21, Carlos Sainz Jr., Ferrari SF21

Photo by: Charles Coates / Motorsport Images

Sainz acredita que o atraso com Leclerc acabou lhe custando tempo. Questionado se ele acha que isso pode ter feito a diferença em sua caça a Gasly, disse: "É uma pergunta difícil".

"Quando eu encontrei Charles, ele estava dando volta em uma Williams e uma Aston, então a situação se torna complicada. Obviamente ele está sendo instruído a me deixar passar mas, ao mesmo tempo, ele está se livrando dos retardatários".

"Não vou mentir, perdi dois ou três segundos nisso. Como equipe, precisamos ver como melhorar isso para as próximas. Mas é muito complicado. Na verdade, troca de posição deve ser a coisa mais complicada na F1 e desta vez até que acertamos".

"Então, sim, eu perdi um pouco de tempo, mas vamos ver o que poderia ter sido feito diferente, aprendendo para as próximas".

Mas apesar de uma potencial troca mais cedo, Sainz disse que o GP trouxe uma lição valiosa para a Ferrari em termos de trabalho de equipe.

"O que é importante é que estamos ganhando confiança como equipe para fazer isso e respeitar as ordens de equipe".

"Mais tarde na temporada ou em outro ano podemos estar na mesma situação. Então, como companheiros de equipe e todo o time, precisamos ficar confortáveis com as mudanças de posição na pista, como fizemos em outras provas. Acho que, como equipe, executamos isso bem".

RETA FINAL: Hamilton 'se desculpa' com Bottas, Alonso usa Verstappen para 'cutucar' hepta e mais

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #144:  GP no Brasil será o mais decisivo dos últimos 10 anos?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Ferrari esperava "etapa melhor" no México apesar de retomar terceira posição no Mundial
Artigo anterior

F1: Ferrari esperava "etapa melhor" no México apesar de retomar terceira posição no Mundial

Próximo artigo

F1: Alfa Romeo anunciará piloto na próxima terça; vaga não deve ficar com Giovinazzi

F1: Alfa Romeo anunciará piloto na próxima terça; vaga não deve ficar com Giovinazzi
Carregar comentários