F1: Leclerc vê etapas finais como oportunidade para Ferrari melhorar a execução de corrida

Apesar de reconhecer que a equipe melhorou, dupla da Ferrari defende que há mais apsectos que precisam avançar, como a execução de corrida

Charles Leclerc, Ferrari, 2nd position, in the Press Conference

O monegasco da Ferrari, Charles Leclerc, ainda tem uma chance matemática de impedir o rival Max Verstappen de conquistar o título, mas, realisticamente, seu rival holandês tem chances de vencer o campeonato da Fórmula 1 2022 no Japão neste fim de semana.

Leia também:

Mas, em vez de sentir que o fim da temporada agora é um esforço desperdiçado com o título, Leclerc vê os últimos eventos como uma chance importante para a Ferrari progredir em áreas em que esteve fraca este ano.

Em particular, ele acha que seus chefes de Maranello podem usar a oportunidade para garantir que suas estratégias de corrida sejam perfeitas, pois tiveram alguns deslizes ao longo de 2022.

Então, enquanto ele estava desapontado por perder a vitória no Grande Prêmio de Singapura, ele elogiou o fato de ter sido um dia em que a Ferrari fez seus pitstops corretamente.

“Quero usar essas últimas corridas para melhorarmos a execução da corrida e sinto que demos um passo à frente neste fim de semana. Precisamos dar outros passos à frente. É um bom passo na direção certa e estou feliz, mas obviamente frustrado com o segundo lugar", disse Leclerc.

O chefe de equipe da Ferrari, Mattia Binotto, avaliou que a equipe fez um ótimo trabalho no pitwall em Singapura ao tentar optar por uma estratégia agressiva contra o líder da prova Sergio Pérez.

"Acredito que tomamos as decisões certas", disse ele. "Fomos dos primeiros a colocar os slicks em um momento em que a pista não estava perfeitamente seca, e com esta escolha forçamos Pérez a parar. Ao fazê-lo, tentamos mudar o que poderia ser o destino da corrida."

Charles Leclerc, Ferrari F1-75

Charles Leclerc, Ferrari F1-75

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

Com Leclerc terminando em segundo e Carlos Sainz em terceiro, o GP de Singapura foi a primeira vez desde o GP de Miami, em maio, que a Ferrari teve dois carros no pódio.

Sainz defende que a equipe aprendeu muito com os erros cometidos este ano e esse aprendizado pode ser ajudar a equipe italiana em 2023.

"É uma boa notícia ver que a corrida foi bem executada em ambos os lados", disse o espanhol. "Ainda há coisas que estou convencido de que precisamos continuar melhorando e fazendo melhor, mas a equipe está dando grandes passos à frente.

"Estamos aprendendo com cada situação. E, como Charles disse, essas últimas cinco corridas, ou essas últimas seis contando com esta, serão uma ótima preparação para nós, a fim de estarmos melhores no próximo ano. .

"Está claro que o carro está lá, os pilotos, nós estamos lá. Só precisamos continuar melhorando a execução e sempre que tivermos oportunidades, acertá-las."

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura durante nossos programas. Não perca!

 

Podcast #197 - Na berlinda, qual será o futuro de Ricciardo e Schumacher?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Gasly detona AlphaTauri por "jogar fora" GP de Singapura
Próximo artigo ANÁLISE F1: Ferrari engana e não convence; Leclerc tentou

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil