Fórmula 1 GP de Singapura

F1 - Massa responde declaração de Ecclestone: “Está com receio de tudo que virá à tona”

Piloto deu resposta após ex-dirigente da F1 afirmar que brasileiro entrou com processo sobre título de 2008 por motivações financeiras

O ex-chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, admitiu que sabia sobre o ocorrido no GP de Singapura de 2008, o chamado Crashgate - quando Nelsinho Piquet bateu sua Renault de propósito para que Fernando Alonso conseguisse a vitória daquela corrida, coagido pelo então chefe Flavio Briatore - ainda naquele ano, antes do final da temporada e que sequer abriu uma investigação para “preservar a imagem da F1”.

Com base nessas declarações dada ao site F1Insider, Felipe Massa decidiu entrar na justiça para o cancelamento dos resultados daquele GP e o consequente título de 2008.

Leia também:

Nesta semana, o ex-mandatário da categoria, que já disse que não se lembra de ter dado a entrevista que abriu a 'caixa de Pandora', voltou a falar sobre as intenções de Massa, disparando contra o brasileiro ao alegar que ele “só está interessado no dinheiro".

No final da tarde desta quarta-feira, Massa respondeu ao que Ecclestone disse ao jornal suíço Blick.

“Ecclestone só resolveu falar algo depois que viu a seriedade do nosso caso e que não vamos aceitar essa mancha no esporte. Provavelmente, está com receio de tudo que virá à tona com os processos. Não importa. Como já dissemos várias vezes, nosso objetivo é o troféu. Seguimos com nossa batalha pela justiça do esporte”.

APOIO DA CBA

A Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) emitiu oficialmente seu apoio a Massa, colocando-o como "o verdadeiro campeão mundial de Fórmula 1 de 2008." A, que foi emitida a pedido do jornal Folha de S. Paulo, você pode ler na íntegra:

Por princípio, tendo em vista que a razão de sua existência é o Piloto Brasileiro, é dever da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) apoiar incondicionalmente e dar suporte institucional a todo pleito dirigido à FIA por seus filiados e, neste caso, há uma motivação adicional de caráter pessoal [do presidente] em contribuir desportivamente com Felipe Massa.

Neste sentido, o presidente já manifestou seu apoio no âmbito da FIA - e junto ao próprio piloto - exclusivamente na esfera esportiva. Frise-se 'esportiva' porque a CBA e seu presidente não têm qualquer envolvimento, interesse e benefícios em eventuais pleitos econômicos, políticos e judiciais.

O presidente da CBA considera legítimo e pertinente o pleito do ex-piloto da Ferrari e, como esportista, o dirigente entende ser o brasileiro o verdadeiro campeão mundial de Fórmula 1 de 2008.

Destaca, porém, que tal posicionamento de forma alguma desmerece o piloto Lewis Hamilton, que exerceu sua atividade de forma competente e longe dos acontecimentos que geraram a discussão que ora se apresenta.

Apesar de Felipe Massa já ocupar um honroso lugar no pódio dos grandes ídolos brasileiros no automobilismo internacional, a hipótese de ser considerado oficialmente o campeão mundial de 2008 representaria um estímulo adicional às novas gerações de pilotos brasileiros que estão sendo formadas no kartismo e nas categorias-escola de monopostos, notadamente a Fórmula 4 e, complementarmente, seria auspiciosa manifestação de justiça.

Para além do campo esportivo e de cidadania, essa correção histórica, mesmo que tardia, representaria outro motivo de honra para a Gestão Giovanni Guerra, eleita em 15 de janeiro de 2021, uma vez que, de lá para cá, já pudemos comemorar os títulos mundiais de Kart (Matheus Morgatto), Fórmula 2 (Felipe Drugovich) e Fórmula 3 (Gabriel Bortoleto)."

 

Motorsport Business #1 - A NOVA STOCK CAR: João Bosco, da ArcelorMittal, dá detalhes do modelo 2025

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #247 - Há espaço para Drugovich na F1 em 2024? E Norris na Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 - Atualização sobre vaga na Sauber impacta Drugovich; confira
Próximo artigo F1: Quem pode se dar bem no GP de Singapura, em Marina Bay?

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil