Fórmula 1 GP da Bélgica

F1: Mercedes ainda não tem respostas sobre saltos apontados por Hamilton e Russell em Spa

Mike Elliott explicou que equipe ainda analisa se a natureza do traçado de Spa-Francorchamps ajudou no retorno do fenômeno

George Russell, Mercedes F1 W14

O diretor técnico da Mercedes, Mike Elliott, admite que a equipe ainda não chegou ao fundo do problema que afetou seus carros no GP da Bélgica de Fórmula 1.

O fenômeno que dominou a temporada de 2022 da equipe desapareceu em grande parte com o W14 deste ano, ajudado por ajustes de regulamentação durante o inverno.

Leia também:

Mas tanto Lewis Hamilton quanto George Russell relataram o problema em Spa, com o último observando que experimentou uma “enorme quantidade”.

Elliott disse que a equipe terá que determinar se era específico da pista ou relacionado à configuração, uma vez que, de acordo com as regras do evento sprint, a Mercedes e seus rivais na F1 só tiveram o primeiro treino livre com pista molhada para aprimorar seus carros, e nenhuma mudança foi possível depois disso.

A outra possibilidade é que as atualizações recentes dos carros tenham causado impacto, embora Elliott acredite que essa seja uma causa menos provável.

“Definitivamente, tivemos muitos saltos neste fim de semana”, disse ele em um vídeo da equipe. “Ambos os pilotos estavam nos dizendo isso e pudemos ver isso nos dados.

“Também pudemos ver muitos saltos nos outros carros e acho que parte disso é a natureza do circuito de Spa e, de fato, tivemos muitos saltos no ano passado, assim como a maioria das equipes.

“Em termos de desempenho, definitivamente afeta a capacidade dos pilotos de extrair o máximo de aderência do carro, afeta o equilíbrio e afeta a capacidade de acertar os pontos de frenagem.”

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Photo by: Michael Potts / Motorsport Images

Sobre a investigação da equipe, ele disse: “Então, isso é algo em que trabalharemos no futuro. A pergunta que precisamos nos fazer é: quanto disso é apenas o circuito em que estávamos em Spa e quanto pode ser encontrado na configuração, porque obviamente foi um fim de semana de corrida molhado, um fim de semana em que não corremos até o ponto em que estávamos realmente correndo.

“Também daremos uma boa olhada no kit de atualização e nos certificaremos de que não introduzimos os saltos com ele, mas no momento, acreditamos que seja provavelmente resultado da configuração ou do próprio circuito.”

Elliott observou que a falta de tempo de treino também ajudou a explicar por que os dois pilotos acabaram com pacotes aerodinâmicos diferentes em Spa, com Russell optando por um nível de downforce mais alto do que Hamilton.

“Como todo fim de semana de corrida, fazemos muito trabalho no simulador”, disse Elliott. “Uma quantidade de trabalho para tentar acertar os requisitos gerais de equilíbrio do carro, descobrir qual nível de downforce queríamos executar, descobrir onde vamos colocar nosso balanceamento mecânico, nosso balanceamento aerodinâmico, apenas para nos colocarmos mais ou menos em na janela certa.

“Então os dois pilotos fizeram esse programa antes do fim de semana da corrida em Spa e, no caso de George, ele sentiu que a asa traseira maior lhe dava algumas opções.

“E normalmente o que acontece é que os dois pilotos se encontram durante o fim de semana da corrida, mas obviamente este fim de semana foi bastante molhado, não houve treino no seco e os dois gostaram bastante do carro que escolheram, então escolheram ficar onde estavam.”

Norris ironiza Hamilton e Pérez: passou do ponto?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate se Red Bull de 2023 pode ser comparada à McLaren de 1988

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: AlphaTauri deve mudar de nome após acordo com marca de roupas
Próximo artigo F1: Mercedes terá novato no TL1 do México; chuva atrapalha Vandoorne em teste na Bélgica

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil