F1: Mercedes confirma intenção de apelar contra rejeição de protestos por resultado de Abu Dhabi

Equipe contestou vitória e título de Verstappen por procedimentos com safety car que teriam violado regulamento

F1: Mercedes confirma intenção de apelar contra rejeição de protestos por resultado de Abu Dhabi
Carregar reprodutor de áudio

A Mercedes apresentou intenção de apelar da rejeição dos comissários de seus protestos contra o resultado da corrida de Abu Dhabi após o polêmico final da temporada de Fórmula 1.

A escuderia alemã entrou com dois recursos junto aos comissários da FIA no Circuito de Yas Marina sobre o reinício da corrida, depois que Max Verstappen ultrapassou Lewis Hamilton na última volta para ganhar o campeonato.

Leia também:

Os comissários rejeitaram ambos os protestos, incluindo um do recomeço da prova, mas a Mercedes confirmou que apresentou sua intenção de apelar da decisão.

"Apresentamos nossa intenção de apelar do Documento 58 / decisão dos comissários de rejeitar o protesto da equipe”, disse um porta-voz do time após a corrida de domingo.

Isso significa que a Mercedes agora tem 96 horas para decidir se vai continuar e formalmente entrar com um recurso junto à FIA.

F1 AO VIVO: VERSTAPPEN PASSA HAMILTON NO FIM E É CAMPEÃO NA ABU DHABI; VEJA DEBATE DA FINAL DE 2021 | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #151: Hamilton x Verstappen é a maior decisão da história da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Horner lamenta protesto da Mercedes e diz que "ninguém pode tirar" título de Verstappen
Artigo anterior

F1: Horner lamenta protesto da Mercedes e diz que "ninguém pode tirar" título de Verstappen

Próximo artigo

F1: Band bate Globo e lidera audiência com decisão de campeonato em Abu Dhabi

F1: Band bate Globo e lidera audiência com decisão de campeonato em Abu Dhabi
Carregar comentários