Fórmula 1 GP da Grã-Bretanha

F1: Mercedes está pronta para mudar o foco total para o carro de 2024 e abandonar o "Diva 2.0"

Toto Wolff não acredita que a equipe conseguirá entregar atualizações representativas nessa altura da temporada

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Mercedes acredita que não terá outra opção a não ser mudar o foco total para a construção do seu carro da temporada 2024 da Fórmula 1 em breve, já que seu atual W14 "Diva 2.0" continua trazendo frustrações.

Leia também:

A fabricante alemã foi superada pela McLaren no GP da Inglaterra na batalha atrás da Red Bull, já que Lewis Hamilton não teve o ritmo necessário para superar Lando Norris e ficar com a segunda posição.

Uma grande 'reforma' do W14, introduzida no GP de Mônaco, pareceu inicialmente dar à equipe o aumento de performance que ela achava necessário para lutar por vitórias, mas não conseguiu aproveitar essa promessa inicial. 

E, como parece estar presa no pelotão de perseguição atrás da Red Bull, há uma aceitação crescente de que a equipe não pode fazer as mudanças que deseja no W14 e que considera essenciais para reduzir o déficit na frente. 

É por isso que o chefe da equipe, Toto Wolff, acredita que está chegando o momento em que a Mercedes terá de aceitar que seu futuro será melhor se investir todos os seus recursos no que se espera que seja uma reformulação fundamental para a próxima temporada. 

Perguntado pelo Motorsport.com em que momento essa decisão será tomada, Wolff disse: "Acho que muito em breve. Não temos escolha. P2 ou P3, fundamentalmente, não afeta a mim e à equipe. O que importa é voltar e ser capaz de vencer um campeonato mundial nesse sentido. Isso não vai acontecer este ano. "

"Por isso, precisamos nos concentrar no próximo ano e, em todas as corridas que virão, aprender e nos desenvolver e garantir que possamos levar isso adiante no próximo ano".  

"Mas, dito isso, os regulamentos são os mesmos. Portanto, não é que você não esteja aprendendo nada ao continuar com esse carro. É um equilíbrio que temos que encontrar." 

George Russell, Mercedes F1 W14

George Russell, Mercedes F1 W14

Foto de: Steve Etherington / Motorsport Images

Embora o incrível avanço da McLaren nesta temporada tenha destacado o potencial para grandes ganhos, a Mercedes não vê espaço para dar um passo semelhante em breve. 

Wolff disse que as limitações impostas pelo limite de custos, além das restrições do túnel de vento, fazem com que sua equipe só possa trazer algumas pequenas melhorias no restante da temporada. 

"Acho que estamos limitados pelo limite de custos e pelo tempo relativamente menor de túnel de vento e CFD que a McLaren pôde ter", explicou. 

"Eles terminaram mais atrás no campeonato e ficaram em quinto ou sexto lugar na metade do ano. Por isso, eles levaram essa alocação de tempo maior no túnel de vento. E é por isso que é um pouco difícil."

"Se eu acredito que temos atualizações que vão mudar fundamentalmente o carro? Acho que não. Mas temos alguns pequenos passos que estão por vir. E você pode ver que, se encontrar um décimo ou dois ou três, isso o colocará em uma posição diferente no grid." 

A admissão da Mercedes de que os pensamentos em breve terão que mudar para 2024 veio depois de um fim de semana de GP da Inglaterra em que a equipe esperava ter um desempenho muito melhor, já que as curvas de alta velocidade de Silverstone deveriam ter se adaptado perfeitamente ao carro. Em vez disso, foi a McLaren que brilhou na pista. 

Wolff ainda acredita que a equipe pode conseguir uma vitória para superar Verstappen em algum momento, mas não será fácil - especialmente porque ele acha que o carro atual é pior para seus pilotos do que o infame W08 de 2017, que ganhou o apelido de "Diva". 

Wolff acrescentou: "Achei que Silverstone, com base em nossos desempenhos históricos, seria a melhor chance, mas não foi. Então, talvez haja outra pista em que tenhamos a melhor chance, porque as características do carro mudaram."

"Eu sempre acredito que podemos vencer Max, temos um bom grupo de pessoas e os melhores pilotos. Só precisamos dar a eles um carro que seja mais previsível, e não o Diva 2.0, que é muito mais complicado do que o primeiro." 

Quem desbancaria Verstappen na Red Bull?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate caos dos limites de pista na Áustria: qual a solução?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Red Bull 'iguala' dominação da McLaren de Senna/Prost; veja ranking
Próximo artigo F1 - Mudança constante na ordem de forças torna vida da Red Bull "mais fácil", diz Horner

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil