F1 - Mercedes: Schumacher pode voltar ao grid, mesmo em outra equipe

Toto Wolff vê experiência de alemão com novo carro fundamental para novo papel de piloto em 2023

Mick Schumacher, Mercedes Reserve Driver

A Mercedes acredita que pode ajudar Mick Schumacher a ganhar uma vaga no grid da Fórmula 1, mesmo que seja com outra equipe.

Schumacher foi dispensado pela Haas e deixou a academia de jovens pilotos da Ferrari no final da temporada passada, após dois anos na F1.

Leia também:

Enquanto ele teve alguns dias impressionantes, também houve frustrações desencadeadas por uma série de acidentes.

Depois de perder sua vaga, a Mercedes não perdeu tempo em contratar Schumacher como piloto reserva oficial para 2023.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, vê muito potencial em Schumacher, e acha que ele poderia seguir os passos de Nyck de Vries, que a Mercedes orientou de maneira semelhante antes de ser contratado pela AlphaTauri.

"O fator mais importante é sua personalidade", disse Wolff sobre Schumacher. "Ele é um jovem bem-educado, inteligente e talentoso.

"Você pode ver isso em seu histórico de carreira, que foi muito bom. Acredito que se você puder dar a ele um ambiente seguro para se desenvolver ainda mais, ele pode ser um bom piloto em um assento permanente no futuro.

"E, da mesma forma, deixamos Nyck de Vries ir para que ele consiga uma carreira, isso pode ser algo que pode acontecer com Mick. Seja em nosso time, ou saindo para deixá-lo ir para outro lugar, não sabemos nesta fase."

Mick Schumacher, Mercedes Reserve Driver, Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes AMG

Mick Schumacher, Mercedes Reserve Driver, Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes AMG

Photo by: Mercedes AMG

Embora ter o nome Schumacher na Mercedes forneça um bom impulso de marketing para a equipe, Wolff deixa claro que a presença do jovem alemão também é um ganho na parte técnica.

A Haas e a Ferrari não estavam convencidas de que Schumacher faria parte de seu próprio futuro na F1, mas Wolff sente que seu conhecimento da nova geração de carros é uma grande vantagem.

“Onde ele contribuirá enormemente é que ele correu com o carro novo por um ano”, disse Wolff.

“Ele está na F1 há dois anos, conhece os pneus, conhece as dificuldades inerentes ao DNA da atual geração de carros da F1 e será super útil no simulador e na avaliação geral do carro.

"Será bom tê-lo na pista, nas reuniões, e ele é um jovem piloto confiável. Então, dessa perspectiva, definitivamente ganhamos com a entrada de Mick na equipe."

VÍDEO - HAMILTON: TRETA com Verstappen é “CONTO DE FADAS” / FIA pede CUIDADO com VENDA da F1

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #214 – Quem pode surpreender na temporada 2023 da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Podcast #214 – Quem pode surpreender na temporada 2023 da F1?
Próximo artigo ANÁLSE: O que vem a seguir para F1 após ataque da FOM a Ben Sulayem

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil