F1: Mercedes surpreende com sidepod diferente nos testes do Bahrein; veja

Equipe trouxe solução 'minimalista' e que nenhuma outra rival do grid havia utilizado no ano até então

F1: Mercedes surpreende com sidepod diferente nos testes do Bahrein; veja
Carregar reprodutor de áudio

O W13 atualizado da Mercedes surpreendeu na abertura dos testes de pré-temporada da Fórmula 1 no Bahrein com uma solução ousada de sidepod. Houve intensa de que a equipe revisaria seu carro de 2022, tendo optado por executar uma versão mais básica na primeira semana de ação em Barcelona.

Antes do início da sessão em Sakhir, o monoposto aprimorado foi visto durante uma sessão de fotos oficial da F1 com o objetivo de promover o início da nova temporada.

Leia também:

As novas atualizações apresentam sidepods minimalistas e algumas barbatanas de aparência agressiva alocadas ao lado do cockpit para cumprir os regulamentos de impacto lateral.

Em uma tentativa de garantir o máximo de oportunidades de resfriamento, o design do componente apresenta uma série dupla de aberturas – que foram autorizadas a retornar à F1 nesta temporada.

Mercedes W13 detail
Mercedes W13 detail
1/5

Foto de: Giorgio Piola

Mercedes W13 detail
Mercedes W13 detail
2/5

Foto de: Giorgio Piola

Mercedes W13 detail
Mercedes W13 detail
3/5

Foto de: Giorgio Piola

Mercedes W13 detail
Mercedes W13 detail
4/5

Foto de: Giorgio Piola

Lewis Hamilton, Mercedes W13
Lewis Hamilton, Mercedes W13
5/5

Foto de: Giorgio Piola

Os sidepods são um grande passo além da abordagem radical que a Williams, cliente da Mercedes, adotou com seus, que apresentam uma abertura no meio.

O conceito da equipe britânica apresenta um duto de passagem, que coleta o fluxo de ar na parte superior da entrada do componente e o passa pelo canto externo superior da carroceria, ajudando a enquadrar o fluxo em torno dessa parte do sidepod.

Os designs da F1 2022 apresentaram uma ampla variedade de abordagens diferentes para o sidepod, já que as equipes tentam minimizar o arrasto dos novos monopostos e maximizar os benefícios do fluxo de ar para ajudar a alimentar os efeitos abaixo do assoalho.

A interpretação da Mercedes é única, pois a equipe cumpriu o requisito de elementos de proteção contra impactos laterais completamente separados dos próprios sidepods.

Os regulamentos para este ano estipulam onde as Side Impact Spars (SIS) precisam estar. A intenção do ponto de vista regulatório era que as equipes adotassem uma forma mais convencional com os sidepods e as entradas.

No entanto, tendo melhorado a ideia usada pela Ferrari em 2017, em que a SIS superior foi colocada em uma posição baixa e avançada e a carroceria usada como carenagem aerodinâmica ao redor, todas as escuderias convergiram para esse conceito em 2021.

A interpretação da Mercedes é ter a SIS completamente separada do sidepod com uma abordagem que ninguém mais pensou até agora.

ANÁLISE: A escolha da Haas por MAGNUSSEN, o futuro de Pietro e a PISTOLADA de Nikita, que mira volta

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #164 - Certezas e dúvidas após pré-temporada da F1 na Espanha

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Novo regulamento, soluções antigas: equipes adaptam ideias clássicas da F1 aos carros de 2022
Artigo anterior

Novo regulamento, soluções antigas: equipes adaptam ideias clássicas da F1 aos carros de 2022

Próximo artigo

F1: Leclerc lidera primeira manhã da pré-temporada no Bahrein

F1: Leclerc lidera primeira manhã da pré-temporada no Bahrein