F1 - Ocon "aprendeu muito" no primeiro ano com Alonso: "Um privilégio trabalhar com uma lenda como ele"

Piloto francês fez um balanço do ano em que conquistou sua primeira vitória na categoria

F1 - Ocon "aprendeu muito" no primeiro ano com Alonso: "Um privilégio trabalhar com uma lenda como ele"
Carregar reprodutor de áudio

Esteban Ocon afirma que "aprendeu muito com Fernando Alonso no primeiro ano em que correu ao lado do bicampeão da Fórmula 1, tendo o espanhol como um ponto de referência no ano de retorno à categoria.

O piloto francês obteve sua primeira vitória no caótico GP da Hungria graças à ajuda de Alonso, que soube defender de modo brilhante os ataques de Lewis Hamilton com a Mercedes. Isso, junto ao pódio do espanhol no Catar, ajudou a Alpine a garantir a quinta posição no Mundial de Construtores, e a dupla parece ter um bom relacionamento, dentro e fora das pistas.

Leia também:

Ocon disse, após sua vitória na Hungria, que os alertas feitos a ele sobre os problemas em potencial que poderia ter com Alonso se mostraram mentiras, celebrando o bom relacionamento entre eles.

Questionado pelo Motorsport.com sobre sua parceria em uma análise da temporada 2021, Ocon sentiu que a dupla teve "uma fantástica colaboração" juntos, permitindo a ele aprender muito, melhorando seu jogo.

"Sem dúvidas ele é um grande piloto e extremamente rápido, é o companheiro mais rápido que já tive. Fiquei muito feliz ao trabalhar ao seu lado, e aprendi muito com ele. Acho é que o modo como Fernando pensa fora da caixa, enquanto outros pilotos não fariam o mesmo".

Fernando Alonso, Alpine F1 and Esteban Ocon, Alpine F1 speak to the media

Fernando Alonso, Alpine F1 and Esteban Ocon, Alpine F1 speak to the media

Photo by: Jerry Andre / Motorsport Images

"É levar ao limite as estratégias e como podemos otimizar tudo, então, nesse aspecto, definitivamente aprendi muito. Também nas habilidades, pesquei algumas coisas dele, olhando suas primeiras voltas, algo que sempre fiz".

"Sempre segui o que ele vinha fazendo e, próximo do fim do ano, estava apenas ganhando posições e não perdendo nenhuma, fazia ótimas primeiras voltas. Então acredito ser um privilégio trabalhar ao lado de uma lenda como ele".

Alonso também elogiou bastante Ocon após o primeiro ano junto com o francês, afirmando que o ritmo do companheiro o ajudou a se aclimatar à categoria após dois anos fora. No final, o espanhol superou o francês com sete pontos de vantagem no Mundial mas, nas classificações, eles terminaram empatados: 11 a 11.

"Eu coloquei ele como referência no começo do ano, e fiquei feliz ao ver que estava igualando ele em termos de ritmo e que um estava puxando o outro adiante", disse Ocon. "Acho que no final isso deu à equipe o máximo que poderíamos. Extraímos o máximo do pacote na maior parte do tempo, então isso foi bom".

Editor revela BASTIDORES da cobertura ESPECIAL no GP DE SÃO PAULO: "Band ABRAÇOU a F1"

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #156 – Mariana Becker traz bastidores de Verstappen x Hamilton na F1 2021

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Ricciardo revela impacto da saudade de casa em seu emocional na última temporada
Artigo anterior

F1: Ricciardo revela impacto da saudade de casa em seu emocional na última temporada

Próximo artigo

Após confirmar entrada na Fórmula E, Maserati não considera retorno à F1 no momento

Após confirmar entrada na Fórmula E, Maserati não considera retorno à F1 no momento