F1: Pérez conta com sua experiência para vencer Verstappen

Mexicano acredita que oportunidade de ir para Red Bull surgiu em um “grande momento” de sua carreira

F1: Pérez conta com sua experiência para vencer Verstappen

O novo piloto da Red Bull Sergio Pérez acredita que sua vasta experiência na Fórmula 1 será um trunfo fundamental para ele na escuderia, enquanto luta contra Max Verstappen.

O mexicano foi contratado como companheiro de equipe do holandês este ano, depois que seu antecessor Alex Albon ficou aquém das expectativas na temporada passada.

Leia também:

Enquanto os últimos companheiros de Verstappen - Albon e Pierre Gasly - falharam em seus objetivos e em manter seus assentos no time de Milton Keynes, “Checo” Pérez acredita que ele seja muito melhor para lidar com as pressões. O piloto acredita que as lições aprendidas ao longo de sua carreira - incluindo uma difícil campanha na McLaren em 2013 - o colocarão em uma melhor posição para lidar com qualquer coisa que Verstappen jogar nele.

Questionado sobre o quão bom seria sua experiência a contar como uma ‘arma’ na batalha contra Verstappen, Pérez respondeu: "Acho que é muito bom, para ser honesto."

"Você está aqui (na F1) e quando as coisas não estão indo bem, a pressão bate forte. E quando você tem experiência e já passou por isso antes, você se concentra na coisa certa”, explicou o mexicano.

"Tecnicamente, você também desenvolve muitas habilidades ao longo da carreira. Acho que estou em um ótimo momento. A oportunidade surge em um grande momento da minha carreira e vai acabar bem."

Pérez não tem medo do desafio de competir com o holandês de 23 anos e acredita que, depois de um pouco de tempo para se adaptar melhor ao ambiente da Red Bull, poderá demonstrar plenamente o que sabe fazer.

"Estou confiante nas minhas habilidades", disse. "Eu só acho que é uma questão de tempo antes de eu começar a acelerar em tudo.”

Checo também acredita que ele e Verstappen se complementarão bem, trazendo diferentes pontos fortes para um final de semana de F1.

“Acho que Max, pelo que tenho visto, vai ser muito forte na classificação. Então ele será uma grande referência na classificação. Meu ponto forte é o domingo, com ritmo de corrida. Então, acho que é uma boa combinação. que espero entregar o máximo do carro.”

Perez não poupou ao estabelecer uma meta ambiciosa este ano de fazer melhor do que o novo RB16B tem a oferecer.

"Supere o desempenho do carro. Se tivermos um carro que seja bom o suficiente para vencer o campeonato, certifique-se de vencê-lo. Se tivermos um carro que seja bom para ficar em segundo lugar, certifique-se de vencer. Temos que superar o potencial do carro ", concluiu.

Galeria: Sergio Pérez guiando o RB15 em Silverstone

Sergio Pérez, Red Bull Racing RB15

Sergio Pérez, Red Bull Racing RB15
1/10

Foto de: Red Bull Racing

Sergio Pérez, Red Bull Racing RB15

Sergio Pérez, Red Bull Racing RB15
2/10

Foto de: Red Bull Racing

Sergio Pérez, Red Bull Racing

Sergio Pérez, Red Bull Racing
3/10

Foto de: Red Bull Racing

Sergio Pérez, Red Bull Racing

Sergio Pérez, Red Bull Racing
4/10

Foto de: Red Bull Content Pool

Sergio Pérez, Red Bull Racing RB15

Sergio Pérez, Red Bull Racing RB15
5/10

Foto de: Red Bull Racing

Sergio Pérez, Red Bull Racing RB15

Sergio Pérez, Red Bull Racing RB15
6/10

Foto de: Red Bull Racing

Sergio Pérez, Red Bull Racing RB15

Sergio Pérez, Red Bull Racing RB15
7/10

Foto de: Red Bull Racing

Sergio Pérez, Red Bull Racing RB15

Sergio Pérez, Red Bull Racing RB15
8/10

Foto de: Red Bull Racing

Sergio Pérez, Red Bull Racing RB15

Sergio Pérez, Red Bull Racing RB15
9/10

Foto de: Red Bull Racing

Sergio Pérez, Red Bull Racing

Sergio Pérez, Red Bull Racing
10/10

Foto de: Red Bull Racing

compartilhar
comentários
Análise técnica: espelhos serrilhados podem ser o novo pequeno ganho da Mercedes na F1

Artigo anterior

Análise técnica: espelhos serrilhados podem ser o novo pequeno ganho da Mercedes na F1

Próximo artigo

Haas diz que desistiu de apoio a Grosjean na Indy após acidente: "Não poderia dar-lhe dinheiro para sair e se matar"

Haas diz que desistiu de apoio a Grosjean na Indy após acidente: "Não poderia dar-lhe dinheiro para sair e se matar"
Carregar comentários