F1: Pérez lidera dobradinha da Red Bull no TL2 em Baku; Mercedes tem dia ruim com Hamilton em 11º

Hamilton e Bottas tiveram um dia complicado, ficando pelo menos 0s7 acima de Verstappen ou de Pérez ao longo das sessões

F1: Pérez lidera dobradinha da Red Bull no TL2 em Baku; Mercedes tem dia ruim com Hamilton em 11º

A sexta-feira da Fórmula 1 em Baku foi da Red Bull. Enquanto Max Verstappen liderou o TL1, foi Sergio Pérez quem deu as cartas no TL2, em uma dobradinha da equipe austríaca, à frente da dupla da Ferrari, enquanto a Mercedes sofreu, tendo o 11º lugar de Lewis Hamilton como a melhor colocação no treino.

Na primeira sessão de treinos livres, realizada mais cedo nesta sexta, tivemos Max Verstappen na ponta, marcando 01min43s184, com Leclerc e Sainz na sequência. Hamilton foi apenas o sétimo, porque uma sequência de bandeiras amarelas nos cinco minutos finais impediu que praticamente todo o grid entregasse uma boa volta no fim.

Leia também:

Assim como no TL1, a sessão foi movimentada desde o início, com todo mundo saindo dos boxes nos cinco primeiros minutos. Pierre Gasly foi o primeiro a marcar volta rápida, 01min45s396, bem mais alto que o tempo de Verstappen.

Logo de cara, a bandeira amarela foi acionada pela primeira vez, com Sebastian Vettel perdendo o controle da Aston Martin e rodando na curva 16, mas sem bater no muro.

 

Após diversas bandeiras amarelas na sexta, a vermelha foi acionada pela primeira vez com 13 minutos de sessão. Nicholas Latifi teve uma falha em sua Williams, foi para a área de escape, conseguiu sair, mas seu carro acabou apagando, ficando no meio da pista.

 

Neste momento, Carlos Sainz liderava com 01min43s162, 0s058 a frente de Charles Leclerc, enquanto Pierre Gasly, Max Verstappen e Fernando Alonso completavam o top 5. Com apenas uma primeira volta completada, Hamilton era o 11º neste momento.

A sessão foi retomada com 41 minutos para o fim e, na sequência, os pilotos começaram a sair com os pneus macios para a simulação de classificação. Mas não tardou para a bandeira amarela surgir novamente.

Em volta rápida, com o melhor primeiro setor da pista, Leclerc errou o ponto de frenagem e bateu com a Ferrari na proteção, deixando a asa dianteira no muro e acionando o safety car virtual.

 

Pouco depois da marca de 30 minutos a sessão foi retomada com Sergio Pérez assumindo a ponta logo na sequência, com 01min42s115, 0s128 a frente de Sainz e 0s321 de Leclerc. Gasly, que escapou da pista no mesmo local da batida de Leclerc, era o quarto e Giovinazzi fechava o top 5, com Hamilton em oitavo e Verstappen em nono.

Os 15 minutos finais foram dedicados às simulações de corridas, com tempos mais lentos que nas partes anteriores do TL2.

Com isso, Sergio Pérez garantiu a liderança do TL2 com o tempo mais rápido do final de semana até aqui: 01min42s115, 0s101 mais rápido que seu companheiro de Red Bull, Max Verstappen, que foi o segundo. A Ferrari mostrou força novamente, garantindo terceira e quarta posições, agora com Carlos Sainz na frente de Charles Leclerc.

Completaram o top 10: Pierre Gasly, Fernando Alonso, Antonio Giovinazzi, Lando Norris, Esteban Ocon e Yuki Tsunoda.

Já a Mercedes não teve um dia bom, com Lewis Hamilton sendo o melhor da dupla, em 11º, a mais de 1s do tempo de Pérez, enquanto Bottas foi o 16º, a 1s da marca do heptacampeão.

A Fórmula 1 volta à pista de Baku no sábado, para o terceiro e último treino livre do final de semana, com a sessão marcada para 06h, antes da classificação, às 09h, ambas no horário de Brasília.

Resultado final

Cla # Piloto Chassi Motor Voltas Tempo Diferença Intervalo km/h
1 11 Mexico Sergio Perez Red Bull Honda 22 1'42.115     211.631
2 33 Netherlands Max Verstappen Red Bull Honda 23 1'42.216 0.101 0.101 211.422
3 55 Spain Carlos Sainz Jr. Ferrari Ferrari 24 1'42.243 0.128 0.027 211.367
4 16 Monaco Charles Leclerc Ferrari Ferrari 22 1'42.436 0.321 0.193 210.968
5 10 France Pierre Gasly AlphaTauri Honda 26 1'42.534 0.419 0.098 210.767
6 14 Spain Fernando Alonso Alpine Renault 24 1'42.693 0.578 0.159 210.440
7 99 Italy Antonio Giovinazzi Alfa Romeo Ferrari 25 1'42.941 0.826 0.248 209.933
8 4 United Kingdom Lando Norris McLaren Mercedes 24 1'43.018 0.903 0.077 209.776
9 31 France Esteban Ocon Alpine Renault 23 1'43.020 0.905 0.002 209.772
10 22 Japan Yuki Tsunoda AlphaTauri Honda 25 1'43.130 1.015 0.110 209.549
11 44 United Kingdom Lewis Hamilton Mercedes Mercedes 24 1'43.156 1.041 0.026 209.496
12 7 Finland Kimi Raikkonen Alfa Romeo Ferrari 23 1'43.220 1.105 0.064 209.366
13 3 Australia Daniel Ricciardo McLaren Mercedes 23 1'43.298 1.183 0.078 209.208
14 18 Canada Lance Stroll Aston Martin Mercedes 21 1'43.812 1.697 0.514 208.172
15 5 Germany Sebastian Vettel Aston Martin Mercedes 22 1'43.881 1.766 0.069 208.034
16 77 Finland Valtteri Bottas Mercedes Mercedes 23 1'44.184 2.069 0.303 207.429
17 63 United Kingdom George Russell Williams Mercedes 24 1'44.557 2.442 0.373 206.689
18 9 Russian Federation Nikita Mazepin Haas Ferrari 23 1'45.563 3.448 1.006 204.719
19 47 Germany Mick Schumacher Haas Ferrari 12 1'46.095 3.980 0.532 203.692
20 6 Canada Nicholas Latifi Williams Mercedes 5 1'46.983 4.868 0.888 202.002

E já deixe anotado aí: amanhã, assim que acabar a classificação, tem Q4 ao vivo no canal do Motorsport.com no YouTube, com a presença do piloto Georgios Frangulis, da Porsche Cup, e do jornalista Lipe Paíga, do Inside Cars. Não perca!

SEXTA-LIVRE: Red Bull segue bem, Ferrari mostra força e Mercedes sofre em Baku

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: TELEMETRIA: O quebra-cabeças na desafiadora Baku com Rico Penteado

 

compartilhar
comentários
F1: McLaren cobra ação da FIA caso asas flexíveis sejam usadas em Baku
Artigo anterior

F1: McLaren cobra ação da FIA caso asas flexíveis sejam usadas em Baku

Próximo artigo

F1: Russell diz que relacionamento com Wolff "cresceu" após acidente com Bottas

F1: Russell diz que relacionamento com Wolff "cresceu" após acidente com Bottas
Carregar comentários