F1 - Pérez minimiza insatisfação com ordens na Red Bull: "Temos que conversar internamente, mas não estou preocupado"

Apesar de acreditar que poderia ter feito sua estratégia funcionar caso tivesse passado Verstappen e Russell, mexicano destacou "ambiente incrível" na RBR

F1 - Pérez minimiza insatisfação com ordens na Red Bull: "Temos que conversar internamente, mas não estou preocupado"
Carregar reprodutor de áudio

Sergio Pérez tratou de botar panos quentes na polêmica criada por ele mesmo ao demonstrar insatisfação com a ordem de equipe que recebeu da Red Bull para facilitar a vitória de Max Verstappen no GP da Espanha de Fórmula 1, destacando o "ambiente incrível" que existe na equipe.

O mexicano estava na liderança do GP em sua reta final, quando uma mensagem da equipe pelo rádio o instruía a deixar o companheiro de Red Bull passar. Verstappen assumiu a ponta na volta 60 para encaminhar sua quarta vitória no ano, assumindo a liderança do Mundial.

Leia também:

Pérez respondeu afirmando que isso era "injusto, mas ok", e eventualmente cruzou a linha de chegada em segundo, mas disse que queria conversar com a equipe sobre a ordem. 

Christian Horner, chefe da Red Bull, disse que conversou com Pérez assim que ele saiu do carro para explicar a situação, afirmando que o piloto entendeu que ele e Verstappen estavam com estratégias diferentes, e que não fazia sentido permitir a luta pela posição.

Na coletiva de imprensa pós corrida, Pérez afirmou que a Red Bull poderia ter feito mais por ele quando estava na estratégia de duas paradas.

"No primeiro stint, quando deixei Max passar, me disseram que eu ia recuperar a posição. E sabíamos que as estratégias eram diferentes. Assim, quando voltei a ficar atrás, senti que poderia ter passado, provavelmente melhorando as chances da minha estratégia. Mas, no fim do dia, três paradas era o melhor caminho a ser seguido".

El equipo Red Bull, Max Verstappen, Red Bull Racing, Sergio Pérez, Red Bull Racing, Adrian Newey, Jefe de Tecnología, Red Bull Racing y Christian Horner, Director del Equipo, Red Bull Racing, celebran su resultado de 1-2

El equipo Red Bull, Max Verstappen, Red Bull Racing, Sergio Pérez, Red Bull Racing, Adrian Newey, Jefe de Tecnología, Red Bull Racing y Christian Horner, Director del Equipo, Red Bull Racing, celebran su resultado de 1-2

Photo by: Carl Bingham / Motorsport Images

Pérez havia indicado antes da corrida que não havia segurança dentro da equipe sobre qual estratégia seria a melhor, mas afirmou que, se o plano inicial para ele fosse de três paradas, teria vencido o GP.

"Acredito que o que ficou claro é que três paradas seria melhor para a corrida, assim acho que, se tivéssemos ido nessa direção, teria vencido a corrida. E funcionou para Max. Foi algo que conversamos. Não sabíamos qual estratégia seria a melhor".

"Só senti que, no primeiro stint, quando cedi a posição a Max, que me disseram que a recuperaria e, quando estava com duas paradas, sentid que poderia ter passado Max e Russell um pouco antes, para que a estratégia funcionasse, mas possivelmente não teria sido suficiente".

Apesar de ter vivido uma situação "extremamente difícil", como dito por Mika Hakkinen, Pérez ratificou sua intenção de conversar com a equipe, mas valorizou o momento da Red Bull.

"Segue sendo um grande resultado para a equipe. A temporada ainda está no começo e, sim, acredito que o ânimo na equipe seja grande. Assim, só temos que discutir algumas coisas internamente, mas não há nada que me preocupe".

"De todo modo, posso dizer que o ambiente na equipe, a vontade que temos é grande, algo que não vemos em nenhuma outra equipe. Assim, estou satisfeito com isso".

VÍDEO: Qual é o melhor piloto da temporada 2022 da F1 até agora?

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #178: Será o fim da linha para Vettel e Alonso na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
ANÁLISE F1: O que há por trás dos problemas de Verstappen com o DRS?
Artigo anterior

ANÁLISE F1: O que há por trás dos problemas de Verstappen com o DRS?

Próximo artigo

F1: Comissários perdoaram 55 infrações cometidas na classificação em Barcelona, mas alertam pilotos para penalizações

F1: Comissários perdoaram 55 infrações cometidas na classificação em Barcelona, mas alertam pilotos para penalizações