Relato da corrida
Fórmula 1 GP de Singapura

F1: Pérez vence GP de chuva e incidentes em Singapura, mas vitória é investigada; Verstappen é 7º e título fica para Suzuka

Com largada inicialmente prevista para 9h, corrida começou apenas às 10h15 devido à chuva torrencial que caiu mais cedo em Marina Bay

Sergio Perez, Red Bull Racing RB18

Demorou, mas o GP de Singapura aconteceu. A 17ª etapa da temporada 2022 da Fórmula 1 foi duramente afetada pela chuva, com a largada acontecendo apenas 1h15min depois do horário inicialmente previsto.

E assim que as luzes se apagaram, a ação rolou solta pelo circuito de Marina Bay, com direito a muito caos. No final de uma longa corrida, encerrada pelo tempo, deu Sergio Pérez, mas em um triunfo que pode cair no colo de Charles Leclerc devido a uma investigação sobre uma possível infração do mexicano durante a última entrada do safety car.

Carlos Sainz ocupou a última posição do pódio. Completaram o top 10: Lando Norris, Daniel Ricciardo, Lance Stroll, Max Verstappen, Sebastian Vettel, Lewis Hamilton e Pierre Gasly.

Leia também:
 

A largada estava prevista para 20h, horário local, 9h em Brasília, mas com a chuva torrencial que começou a cair a partir das 19h, a direção de prova rapidamente anunciou a suspensão dos procedimentos de largada e o adiamento do início da corrida.

A partir daí, foram uma sucessão de adiamentos até que a direção confirmou o início dos procedimentos de largada às 9h05 com o início da corrida às 10h15. Com a interrupção da chuva e a demora pela largada, a pista foi melhorando suas condições, apesar de ainda estar escorregadia, com Verstappen dando uma escapada durante uma volta de reconhecimento.

 

Por isso, todos optaram por largar com os pneus intermediários, repetindo a direção tomada na classificação.

Na largada, Pérez saiu melhor e assumiu a ponta em cima de Leclerc, com Sainz superando Hamilton pela terceira posição, enquanto Verstappen fez uma saída cautelosa, caido de oitavo para 11º.

 

Ao final da primeira volta, Pérez já abria 1s para Leclerc, seguido de Sainz, Hamilton e Norris, enquanto Verstappen era o 11º, iniciando a caça aos pilotos da frente.

Na quinta volta, Pérez e Leclerc estavam em uma disputa própria. Com os dois separados por apenas um segundo, Sainz já ficava a 5s do companheiro de equipe, que tinha 2s para Hamilton.

 

Um incidente entre Zhou e Latifi na volta 8 levou ao acionamento da bandeira amarela no primeiro setor para a remoção do carro do piloto da Alfa Romeo, enquanto o canadense conseguiu voltar aos boxes com dificuldade. Mesmo assim, a direção de prova acionou o SC, colocando todos os pilotos novamente juntos.

A bandeira verde foi acionada novamente na volta 11. Enquanto Pérez e Leclerc ficaram mais afastados, Hamilton iniciou um ataque a Sainz, enquanto Verstappen buscou a ultrapassagem em cima de Vettel para assumir a oitava posição. Logo ele passou Gasly, sem maiores dificuldades.

 

Na chegada à volta 20, de um total de 61, os pilotos discutiam com seus engenheiros se o momento era ideal para a troca dos intermediários pelos slick, com ninguém trocando pneus até este momento. Pérez abria 2s2 para Leclerc que, por sua vez, tinha 10s2 de vantagem para Sainz, com Hamilton a 1s4 do espanhol da Ferrari. Já Verstappen seguia em sétimo, ainda preso atrás de Alonso.

E a situação mudou já na volta seguinte. O motor Renault de Alonso o deixou na mão, e com o carro do espanhol parado no segundo setor, a direção de prova acionou o SC Virtual. Russell acabou sendo o cobaia do grid, entrando nos boxes para colocar os pneus slick médios. E já nas primeiras curvas tomou um susto, quase indo no muro.

 

O SC virtual deu as caras novamente na volta 27, com um toque de Albon na barreira de proteção em uma curva do segundo setor. O tailandês conseguiu sair sozinho e voltou aos boxes para abandonar, mas sua asa dianteira ficou presa, precisando ser removida. A anulação foi estendida devido a outro abandono, de Ocon.

Pérez abria 4s para Leclerc, que tinha 14s para Sainz, enquanto Hamilton voltava a se aproximar, com menos de 1s. Já Verstappen era o sexto, atrás de Norris.

 

Na relargada, na volta 31, Verstappen e Norris tiveram um momento estranho, com o holandês tentando ultrapassar mas tendo que praticamente parar na pista para evitar uma colisão na entrada da curva.

Na volta 33, um susto para Hamilton. Ao tentar atacar Sainz, ele perdeu o ponto de frenagem e bateu na barreira de proteção, conseguindo voltar em quinto, logo à frente de Verstappen. Mesmo com danos na asa dianteira, conseguiu se manter à frente do rival de 2021. E, neste momento, com Russell entregando as melhores voltas da pista, os pilotos iniciaram as trocas pelos slicks.

 

Leclerc foi o primeiro dos ponteiros a parar, voltando em terceiro, enquanto Hamilton voltou em nono ao trocar pneus e asa dianteira. Na sequência, foi a vez de Pérez, Sainz e Verstappen, deixando apenas Norris dos cinco primeiros sem parar.

Na volta 36, mais um incidente, agora com Tsunoda, batendo na barreira de proteção e abandonando, forçando a entrada do SC. Durante a neutralização, a prova entrou na regressiva de tempo, com 37 minutos para o fim.

 

Com 34 minutos ainda no relógio, tivemos mais uma relargada, com Pérez, Leclerc, Sainz, Norris, Verstappen, Ricciardo, Stroll, Vettel, Hamilton e Gasly no top 10. E ao tentar passar Norris, o atual campeão perdeu o ponto de frenagem, escapando e voltando em oitavo, à frente de Hamilton.

Mas o piloto da Red Bull disse que a travada comprometeu os pneus, precisando fazer uma troca, voltando apenas em 13º, após Russell ter um furo no pneu em um contato com Schumacher.

 

A 27 minutos do fim, o DRS finalmente foi liberado, no momento em que Leclerc estava a apenas 0s3 de Pérez na luta pela liderança, deixando Sainz quase 8s atrás. Mas Pérez respondeu rapidamente, fazendo voltas rápidas para colocar a diferença acima de 0s5. Já o espanhol tinha Norris em sua cola. Já Verstappen era o 12º, a 10s de Magnussen.

No final, deu Sergio Pérez. O mexicano soube abrir a diferença para Charles Leclerc para garantir a vitória. Mas seu triunfo termina sob investigação, devido a uma possível violação durante a última entrada do safety car.

Carlos Sainz ocupou a última posição do pódio. Completaram o top 10: Lando Norris, Daniel Ricciardo, Lance Stroll, Max Verstappen, Sebastian Vettel, Lewis Hamilton e Pierre Gasly.

A Fórmula 1 dá sequência às atividades da temporada 2022 já na próxima semana com o GP do Japão, 18ª etapa do ano. No Motorsport.com você acompanha a cobertura completa da principal categoria do automobilismo mundial.

Cla   # Piloto Chassi Motor Voltas Tempo Pontos
1   11 Mexico Sergio Perez Red Bull Red Bull 59 - 25
2   16 Monaco Charles Leclerc Ferrari Ferrari 59 7.595 18
3   55 Spain Carlos Sainz Jr. Ferrari Ferrari 59 15.305 15
4   4 United Kingdom Lando Norris McLaren Mercedes 59 26.133 12
5   3 Australia Daniel Ricciardo McLaren Mercedes 59 58.282 10
6   18 Canada Lance Stroll Aston Martin Mercedes 59 1'01.330 8
7   1 Netherlands Max Verstappen Red Bull Red Bull 59 1'03.825 6
8   5 Germany Sebastian Vettel Aston Martin Mercedes 59 1'05.032 4
9   44 United Kingdom Lewis Hamilton Mercedes Mercedes 59 1'06.515 2
10   10 France Pierre Gasly AlphaTauri Red Bull 59 1'14.576 1
11   77 Finland Valtteri Bottas Alfa Romeo Ferrari 59 1'33.844  
12   20 Denmark Kevin Magnussen Haas Ferrari 59 1'37.610  
13   47 Germany Mick Schumacher Haas Ferrari 58 1 lap  
14   63 United Kingdom George Russell Mercedes Mercedes 57 2 laps  
  dnf 22 Japan Yuki Tsunoda AlphaTauri Red Bull 34    
  dnf 31 France Esteban Ocon Alpine Renault 26    
  dnf 23 Thailand Alexander Albon Williams Mercedes 25    
  dnf 14 Spain Fernando Alonso Alpine Renault 20    
  dnf 6 Canada Nicholas Latifi Williams Mercedes 7    
  dnf 24 China Guan Yu Zhou Alfa Romeo Ferrari 6    

PÓDIO AO VIVO: Acompanhe o melhor debate do GP de Singapura de F1, com Felipe Motta e Rico Penteado

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura durante nossos programas. Não perca!

Podcast #197 - Na berlinda, qual será o futuro de Ricciardo e Schumacher?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior PÓDIO AO VIVO: Pérez vence, Leclerc se mantém vivo e Verstappen erra em Singapura
Próximo artigo F1: Pérez comemora 'melhor atuação da carreira' no GP de Singapura em meio a investigação

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil