F1: Red Bull contrata mais cinco engenheiros de motor da Mercedes

Equipe da marca de energéticos se reforça com funcionários da rival tendo em vista a fabricação das próprias unidades de potência

F1: Red Bull contrata mais cinco engenheiros de motor da Mercedes

A Red Bull contratou mais cinco funcionários seniores de motores da Mercedes para ajudar a impulsionar seu novo projeto de desenvolver e operar sua própria unidade de potência na Fórmula 1.

Poucas semanas após o time da marca de energéticos anunciar que havia contratado o chefe de engenharia mecânica da Mercedes, Ben Hodgkinson, como seu novo diretor técnico, mais funcionários da equipe alemã foram confirmados como novos contratados da Red Bull.

O editor recomenda:

O 'chefe de fabricação' da Mercedes, Steve Blewett, vai ser o diretor de produção da unidade de potência da escuderia austríaca. Já Omid Mostaghimi, que é o líder da equipe eletrônica de F1 da Mercedes, será o chefe de motorizações, eletrônicos e recuperação de energia da RBR.

Pip Clode, que é o líder da equipe de conceito de unidade de potência da Mercedes, vai ser o chefe de design mecânico do setor de recuperação de energia da Red Bull. Por sua vez, Anton Mayo, um líder da equipe de engenharia da Mercedes, será o chefe do projeto da unidade de potência a combustão, enquanto Steve Brodie, engenheiro de pista e inspeções finais da Mercedes, ocupará o cargo de líder de operações do motor a combustão da RBR.

A equipe comandada pelo consultor de automobilismo Helmut Marko também disse que em breve nomeará um novo chefe de desenvolvimento mecânico, cujo nome será anunciado nas próximas semanas.

Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull, disse: "A missão da RBR de fazer todos os aspectos de suas operações de F1 por meio da Red Bull Powertrains é um empreendimento extremamente empolgante, mas também extremamente exigente, e sabemos que o sucesso somente será ser alcançado trazendo os melhores e mais brilhantes talentos, fornecendo-lhes as ferramentas certas e criando o ambiente certo no qual possam prosperar."

"As nomeações para a equipe demonstram nosso forte compromisso com esses objetivos e certamente nos beneficiamos de nosso 'campus' estar localizado no Reino Unido, onde temos acesso a uma grande riqueza de talentos em engenharia."

"Trabalhando com nosso novo diretor técnico, Ben Hodgkinson, e junto com o pessoal da Honda, cada um dos funcionários seniores anunciados hoje trazem riqueza de experiência, conhecimento e inovação para o programa Red Bull Powertrains e nos fornecem a plataforma técnica mais forte possível para o futuro", afirmou o dirigente. A Honda deixa de ser a fornecedora de motores da RBR no fim do ano e a equipe passa a operar a unidade de força.

Por isso, a Red Bull está construindo uma fábrica de motores de última geração em sua sede de Milton Keynes. Enquanto está assumindo os motores Honda a partir do próximo ano, ficou claro que precisará de uma nova unidade de força para 2025, quando novos regulamentos devem entrar em vigor. Assim, o time da marca de energéticos se reforça, mas uma nova parceria para fornecimento de unidades de potência não é descartada para o futuro.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, falou recentemente sobre perder funcionários para a Red Bull. "Vamos perder alguns, vamos ganhar alguns", disse o dirigente. "Mas, no final das contas, acredito na filosofia da Mercedes e acredito que somos um ótimo empregador."

“É um lugar onde há muita pressão, mas também há muita diversão. Podemos nos orgulhar disso e temos que confiar nisso. Sempre haverá um vai e vem. Mas vamos colocar desta forma: eu entendo de onde Christian está 'vindo', ele quer construir uma estrutura e é aí que você tem que preencher um grande cheque às vezes. Mas tudo bem", completou Wolff, aceitando a possibilidade de aumentar salários para manter seu staff na F1.

F1: Mercedes X RBR, Bottas X Russell, Grosjean e tudo da Espanha com Rico Penteado

PODCAST Motorsport.com debate polêmicas sobre limites de pista na F1 2021; ouça

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Entenda como a McLaren espera ajudar a F1 com votação secreta

Artigo anterior

Entenda como a McLaren espera ajudar a F1 com votação secreta

Próximo artigo

ANÁLISE: Norris pode seguir surpreendendo com a McLaren na F1 2021?

ANÁLISE: Norris pode seguir surpreendendo com a McLaren na F1 2021?
Carregar comentários