Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

F1: Red Bull traz solução para reduzir o porpoising

Equipe muda assoalho para reduzir o efeito que causa as quicadas nas reta principal do GP do Azerbaijão, com mais de dois quilômetros de extensão

F1: Red Bull traz solução para reduzir o porpoising
Carregar reprodutor de áudio

A Red Bull continua sua política de melhorar o RB18 a cada corrida, diferente da Ferrari, que prefere levar grandes atualizações de maneira esporádica, como foi no GP da Espanha.

A equipe de Milton Keynes insiste em trabalhar em duas frentes: aliviar o peso do carro, que ainda, segundo Helmut Marko, tem uns 5 quilos para tirar, e desenvolvimento do solo em busca de rendimento.

Os engenheiros de Adrian Newey pretendem melhorar o comportamento do RB18 nas curvas lentas, apesar de já ter um carro muito eficiente nesse sentido. Baku é uma pista que requer uma configuração de baixa/média carga aerodinâmica e a dificuldade em encontrar um bom acerto entre os dois primeiros setores com o terceiro, que é muito rápido devido a sua reta com mais de dois quilômetros de profundidade.

A primeira vista, não se observa grandes modificações na zona interior da Red Bull, mas não passa nada ao olhar clínico de Giorgio Piola. Existem alguns detalhes relativo à evolução da zona exterior, o meio-fio e o início do difusor.

Red Bull Racing RB18, dettaglio del fondo di Baku

Red Bull Racing RB18, dettaglio del fondo di Baku

Photo by: Giorgio Piola

Red Bull Racing RB18, dettaglio del fondo di Barcellona

Red Bull Racing RB18, dettaglio del fondo di Barcellona

Photo by: Giorgio Piola

Nesta parte tão delicada do ponto de vista aerodinâmico, se observa que a parte superior do flanco desce mais rapidamente, enquanto na parte inferior aparece uma pequena cinta entre o pilar vertical e o meio fio, que tem a função de fazer mais rígida a estrutura com a clara intenção de limitar o porpoising, ou seja, as quicadas em altas velocidades.

Levando a atenção para a lateral do pneu traseiro, também não podemos deixar de ver a abertura na lateral do extrator com um soprador invertido em forma de L, que visa aumentar o fluxo no difusor traseiro. Estes são pequenos detalhes que, no entanto, demonstram o cuidado com que a equipe liderada por Pierre Waché constantemente consegue tornar o RB18 mais adequado para cada pista do campeonato mundial.

Red Bull Racing RB18, dettaglio dell'ala posteriore a cucchiaio

Red Bull Racing RB18, dettaglio dell'ala posteriore a cucchiaio

Photo by: Giorgio Piola

Para o Azerbaijão, a Red Bull trouxe uma asa traseira com um perfil principal na forma de uma colher não muito profunda, com uma aba móvel bastante longa e, por enquanto, sem nolder. Esta solução deve favorecer a busca pela velocidade máxima no final da enorme linha de chegada.

VÍDEO: O que acontece com quem não respeita teto de gastos da F1?

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #181 – O que novo carro da F1 tem de melhor e pior até agora?

 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 
 
 
 
 
 
 
compartilhar
comentários
Sem vacina, Rosberg é barrado do paddock da F1
Artigo anterior

Sem vacina, Rosberg é barrado do paddock da F1

Próximo artigo

F1: Mercedes abre o jogo suas possibilidades no GP do Azerbaijão

F1: Mercedes abre o jogo suas possibilidades no GP do Azerbaijão